0
Obrigado

Armani anuncia que deixará de usar pele de animais em suas coleções

Em nota à imprensa, o estilista disse que vai abolir pele animal de todas as suas marcas

Giorgio Armani em defesa dos animais.


O estilista italiano Giorgio Armani surpreendeu os fashionistas nesta semana quando divulgou que não usará mais pele de animais em suas criações. A medida já vale para as coleções de Inverno 2017, que foram apresentadas ao público nas últimas semanas de moda de Milão e Paris.

Em nota, Armani diz que o progresso tecnológico dos últimos anos permite uma série de alternativas que excluem as práticas cruéis e desnecessárias contra os animais. “É com muito prazer que anuncio que o Grupo Armani estabeleceu um firme comprometimento em abolir o uso de pele animal em nossas coleções. Minha empresa está dando um passo enorme, que reflete nossa crescente atenção aos problemas críticos do meio ambiente e dos animais", afirma em comunicado à imprensa. 

Com a decisão, Armani entra para o time de designers que já aboliram este tipo de prática: Stella McCartney há anos já não usa peles em nenhum dos seus modelos e sempre está engajada em ações ecofriendly. Outras grifes como Hugo Boss, Tommy Hilfiger e Calvin Klein já usam pele falsa em suas coleções. 

Copyright foto: IMAXtree
Este documento, intitulado 'Armani anuncia que deixará de usar pele de animais em suas coleções', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o A revista da mulher (www.arevistadamulher.com.br) ao utilizar este artigo.