0
Obrigado

Oscar 2016: Chris Rock brinca com a polêmica racista na cerimônia

Em um discurso inusitado no início da premiação, ele fez graça com a questão da ausência de negros entre os indicados

Chris Rock faz piada com a questão da falta de negros no Oscar.


Chris Rock, o apresentador do Oscar neste ano, começou a 88ª edição do evento fazendo um monólogo sobre a falta de diversidade na premiação. O comediante, que ironicamente vestiu um paletó branco, fez piada sobre o boicote de artistas como Jada Pinkett Smith e do produtor Spike Lee pela ausência de indicados negros na cerimônia. 

“Estamos aqui no Oscar 2016, conhecido por premiar pessoas brancas. Deixa eu contar para vocês, esse é o Oscar mais louco que já apresentei por ter a controvérsia de não ter nenhum negro nas indicações”, disse Rock no início da premiação. “Toda essa falta de indicação de negro já aconteceu outras 71 vezes. Todos os anos em que o Sidney [Poitier] não lançou filmes, com certeza nenhum negro concorreu a Oscar. E ninguém reclamava. Por quê?”, questionou.

Em um discurso pouco politicamente correto, ele disparou: “O que aconteceu esse ano, Spike Lee ficou louco, todo mundo ficou louco". E terminou seu discurso de abertura chamando ao palco duas atrizes, que apresentaram o prêmio de Melhor Roteiro Original. “"Se vocês querem diversidade, nós temos diversidade. Aí estão Emily Blunt e alguém mais branca... Charlize Theron", finalizou Rock. 

Copyright foto: Chris Pizzello/AP/SIPA
Este documento, intitulado 'Oscar 2016: Chris Rock brinca com a polêmica racista na cerimônia', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o A Revista Da Mulher (https://www.arevistadamulher.com.br/) ao utilizar este artigo.