Emma Watson lança clipe em apoio à causa feminista

Após discurso na sede da ONU, atriz lançou o video que mostra as barreiras vencidas pelas mulheres nos últimos anos 

Após discurso na ONU, Emma Watson divulga video em apoio à causa feminista.


A atriz Emma Watson, conhecida pelo seu engajamento na luta pelo direito da igualdade dos gêneros e dos direitos da mulher, divulgou em seu perfil no Facebook, um clipe levantando a bandeira da causa feminista. Divulgado após o seu discurso na sede da ONU, em Nova Iorque, o vídeo é inspirado nos Jogos Olímpicos e mostra várias campanhas sociais ao redor mundo, que mostram as barreiras vencidas pelas mulheres nos últimos anos. 

"Mulheres e garotas sempre tiveram que encarar barreiras, mas isso nunca nos impediu", anuncia Emma ao narrar as imagens, que tem trilha sonora de Chandelier, da cantora Sia. "Nós nos sacrificamos, lutamos, fizemos campanhas, tivemos sucessos, fomos derrotadas de novo e ganhamos mais uma vez", continua no video, que tem parceria com a organização Global Citizen.

"Na corrida por justiça, nós superamos incontáveis obstáculos para ganhar nossos direitos. Mulheres não tinham o direito de votar, não tinham acesso à educação, nós não somos pagas de maneira justa pelos nossos salários, e não temos uma voz na liderança política. Há muitas grandes e altas barreiras para pular. A corrida continua cada dia de cada ano das nossas vidas, mas nós vamos cruzar a linha de chegada. Ninguém pode nos parar", completa.

Recentemente, Emma também apoiou a campanha contra o estupro coletivo sofrido por uma garota de 16 anos no Rio de Janeiro. A atriz mobilizou ações nas redes sociais, dando ao assunto uma grande repercussão internacional. Em setembro de 2014, ela gerou um buzz surpreendente com o seu discurso que lançou a campanha HeForShe, no qual Emma convidava os homens a desconstruírem o seu próprio machismo.

Copyright foto: SIPANY/SIPA e Reprodução/Facebook
Este documento, intitulado 'Emma Watson lança clipe em apoio à causa feminista', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o A revista da mulher (www.arevistadamulher.com.br) ao utilizar este artigo.