0
Obrigado

Conheça algumas curiosidades sobre irmãos gêmeos

Estudos confirmam que interação entre os gêmeos ultrapassa as ligações genéticas e se traduz em comportamentos especiais e inexplicáveis

Semelhança genética de gêmeos pode influenciar também o comportamento parecido.


Quando a mãe descobre que está grávida de gêmeos, muitas dúvidas passam pela sua cabeça. Afinal, não são poucas as histórias e curiosidades existentes que envolvem os irmãos idênticos. Seja na ficção ou na vida real, as similaridades entre os gêmeos vão muito além da aparência física. 

No clássico romance do escritor francês Alexandre Dumas, Os Irmãos Corsos, os gêmeos Luís e Luciano de Franchi sentem dores e emoções ao mesmo tempo e ainda conseguem se 'comunicar' de forma telepática. Escrito em 1844, o livro foi lançado antes do primeiro estudo feito sobre sintonia entre os gêmeos

Em 1875, portanto 31 anos após o romance de Dumas, começaram importantes pesquisas genéticas sobre irmãos gêmeos que até hoje fornecem informações importantes com foco na transmissão de caracteres humanos. Estes estudos revelaram que a ligação especial e inexplicável existente entre irmãos gêmeos pode ter fortes raízes na composição genética

Os gêmeos idênticos possuem o mesmo conjunto de genes e, por isso, são considerados clones um do outro. "Mas apesar das inúmeras semelhanças, eles também apresentam suas particularidades, principalmente no que se refere à personalidade. E aí pode estar a chave para muitas das descobertas das características humanas", explica a professora de biologia Nara Luiza Soares Ferreira, em artigo publicado pela Universidade Federal de Viçosa.

Transmissão genética e comportamento 

A influência dos genes nesta sintonia entre gêmeos pode levar, sim, à similaridade de comportamento. Esta afirmação ficou ainda mais evidente em um estudo realizado pelo psicólogo Thomas Bouchard, da Universidade de Minnesota (EUA) em 1979. 

A pesquisa baseou-se em um caso de irmãos gêmeos separados no nascimento e que foram adotados por famílias diferentes. Além de idênticos, tinham muitas características semelhantes. A partir do estudo destes irmãos, outras pesquisas com gêmeos foram realizadas. E apareceram mais evidências sobre como a herança genética de gêmeos pode estar ligada ao comportamento similar. 

Estes estudos mostram que irmãos univitelinos interagem desde o útero e pode vir daí a origem desta cumplicidade. Ao nascerem e crescerem, são comuns casos de gêmeos idênticos que se vestem da mesma forma e até gostam de confundir as pessoas. Mas, muito mais que isso: ficam doentes juntos e chegam a sentir emoções parecidas, mesmo distantes. 

Gêmeos: semelhanças além da aparência

Embora ainda inconclusivos, os estudos indicam que a carga genética idêntica dos gêmeos pode levá-los a terem reações semelhantes, mesmo diante de estímulos diferentes.

Em seu consultório, a psicanalista especializada em terapia familiar Helena Monteiro confirma que é comum uma sincronicidade de sentimentos, emoções e até de uma espécia de 'comunicação peculiar' entre irmãos gêmeos. "Mas isso não quer dizer que tenham a mesma personalidade", ressalta.

Especialistas explicam que a 'intimidade' desde o útero e o ambiente em que foram criados são fatores também determinantes para essa ligação.  A psicanalista Helena Monteiro lembra de um caso de gêmeos que estudavam em escolas distintas. Um dia, chegaram em casa mais cedo porque ambos passaram mal com a comida no colégio.

"Eles apresentavam os mesmos sintomas, apesar de terem comido em lugares diferentes. As pessoas se impressionam com isso, mas precisam lembrar que a genética é a mesma e talvez eles tivessem comido em casa alguma coisa que os deixou com estômago já sensível", desmistifica a psiquiatra.

Pode até ser uma coincidência, mas a ciência até hoje tenta explicar esses fenômenos de sincronicidade entre gêmeos. Ainda sem resultados concretos, o certo é que essa relação ainda transcende a lógica aos olhos de muitos pais e da sociedade. 

Copyright foto: iStock
Este documento, intitulado 'Conheça algumas curiosidades sobre irmãos gêmeos', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o A revista da mulher (www.arevistadamulher.com.br) ao utilizar este artigo.