0
Obrigado

Algumas palavras de agradecimento nunca são demais.

Alta-costura dramática nas passarelas de Valentino

Em um desfile inspirado em Shakespeare, a grife mostrou looks comportados e ricos em detalhes

Será que esta foi a última coleção de Maria Grazia para a Valentino?


Se na última coleção de prét-à-porter a Valentino apostou em looks bem leves e suaves inspirados nas bailarinas, no desfile de alta-costura a proposta foi completamente diferente. Desta vez, Maria Grazia Chiuri e Pierpaolo Piccioli vislumbraram um universo mais austero, com peças pesadas e cheias de referências históricas.

Este desfile pode ter sido o último assinado pela dupla, já que os fashionistas apostam na ida de Maria Grazia pra a maison Dior ainda nesta temporada. Se relembrar o passado é a melhor forma de antecipar o futuro, a estilista soube como ninguém traduzir as formas, texturas e detalhes dos séculos XVII e XIX em uma coleção comportada.

As imponentes golas de inspiração elizabetana, mangas bufantes e shapes retos apareceram em contraste com vestidos sensuais de tiras e looks inteiros transparentes com textura. O couro e o veludo despontaram em produções recatadas assim como a combinação top cropped com calça de montaria - um respiro moderno dentro da coleção.

Copyright foto: WWD/Shutterstock/SIPA

Publicado por . Última modificação: por oRedacao.

Este documento, intitulado 'Alta-costura dramática nas passarelas de Valentino', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o A Revista Da Mulher (https://www.arevistadamulher.com.br/) ao utilizar este artigo.
Adicionar comentário

Comentário

Comentar a resposta do usuário anônimo