0
Obrigado

Algumas palavras de agradecimento nunca são demais.

Previna-se do H1N1 através da alimentação correta

Sintomas da doença são bem parecidos com a de uma gripe comum: febre alta (acima de 38ºC), calafrios e tosse violenta

Alimentação na prevenção ao H1N1.


A gripe H1N1 tornou-se uma epidemia e já assola o país inteiro. Ao todo, já foram mais 70 mortes registradas, mesmo se a doença é mais comum no inverno. Por isso, a campanha de vacinação precisou ser antecipada e é gratuita para pessoas nos grupos de risco (crianças de 6 meses a 5 anos, gestantes, idosos, profissionais da saúde, povos indígenas e pacientes com doenças que comprometam a imunidade).

Os sintomas da H1N1 são bem parecidos com a de uma gripe comum: febre alta (acima de 38ºC), calafrios, tosse violenta, falta de ar, dor de garganta, dores muito fortes pelo corpo, falta de apetite, vômitos e diarreia. A diferença é que na gripe H1N1 os sintomas são mais intensos. 

Segundo a médica nutróloga Liliane Oppermann, o vírus é transmitido através da tosse ou espirro. "Além disso, algumas pessoas podem se contaminar entrando em contato com objetos contaminados", explica.

Alimentação preventiva

A vacinação não é a única forma de prevenção. Segundo Liliane, a alimentação também pode ser uma poderosa arma contra o vírus, pois certos alimentos reforçam a imunidade do organismo. Confira abaixo algumas dicas da nutróloga:

  • Hidratação: Beba no mínimo dois litros de água por dia, pois além de hidratar, ela mantém as vias aéreas úmidas, ajudando no combate ao vírus. 

  • Alho e cebola: Esses temperos são grandes aliados na imunidade. O alho tem função imunoprotetora e vem com uma boa dose de selênio e zinco, nutrientes que ajudam a evitar gripes e outras doenças. Já a cebola possui quercitina, um potencializador da função imune, que além de prevenir doenças virais, combate também as alérgicas. 

  • Shimeji e Shitake: Ambos são ricos em lentinana, um nutriente que estimula a produção das células de defesa, fazendo com que a imunidade aumente. 

  • Vitamina C: Ela aumenta a produção de glóbulos brancos, células que fazem parte do sistema imunológico e que combatem doenças como a gripe. 

  • Iogurte natural: É rico em cálcio e lactobacilos, que ajudam a melhorar a flora intestinal e fortalecem o sistema imunológico. 

  • Ômega 3: Presente em peixes como salmão e sardinha e na chia, ele auxilia as artérias a permanecerem longe de inflamações. 

  • Oleaginosas: Todas elas são ricas em vitamina E, que é benéfica por agir no combate à diminuição da atividade imunológica. Dentre elas, estão a noz, amêndoa, castanha, etc. 

  • Vegetais verde escuros: Possuem vitaminas A, B6 E B12, responsáveis pela maturação das células imunes, ajudando na resistência às infecções. Pode-se citar brócolis, couve, rúcula e espinafre. 

Copyright: iStock

Publicado por . Última modificação: por oRedacao.

Este documento, intitulado 'Previna-se do H1N1 através da alimentação correta', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o A Revista Da Mulher (https://www.arevistadamulher.com.br/) ao utilizar este artigo.
Adicionar comentário

Comentário

Comentar a resposta do usuário anônimo