1
Obrigado

Aprenda a tratar e prevenir a unha encravada

Especialista sugere desde medidas simples, como lixação e afastamento da pele inflamada por um chumaço de algodão, até procedimentos cirúrgicos

Saiba como tratar a unha encravada.

onicocriptose, mais conhecida como unha encravada, surge quando a unha cresce e entra na pele do dedo do pé, principalmente nos cantos. Isto pode ocorrer depois de cortar a unha de forma incorreta ou quando ela possui anormalidades no formato

Segundo Joana Tebar Figueira, dermatologista membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia, sapatos apertados e meias sintéticas também favorecem o surgimento da unha encravada, que pode atingir pessoas de qualquer idade, na maioria dos casos homens.

Tratando a unha encravada

Para tratar a unha encravada, a especialista sugere desde medidas simples, como lixação e o afastamento da pele inflamada por um chumaço de algodão, até procedimentos cirúrgicos, a fim de remover o tecido inflamado ou destruir a matriz da unha no canto onde ela encrava. 

Outra opção, mas que só deve ser realizada em último caso, é a extração da unha. "O problema em extraí-la é que quando a unha cresce, pode encravar novamente", explica Joana. Segundo a dermatologista, não se deve negligenciar o problema, portanto, o tratamento é indispensável. Caso contrário, a unha encravada pode evoluir para distúrbios mais sérios. 

"Uma complicação comum é o surgimento do granuloma piogênico, popularmente conhecido como carne esponjosa", alerta a médica. Segundo a dermatologista, além da dor intensa, essa lesão sangra facilmente e por isso deve ser tratada por um dermatologista com aplicações de ácidos fortes na lesão ou crioterapia (tratamento que usa baixas temperaturas), além do uso de antibióticos.  

Para quem tem doenças como diabetes, a unha encravada pode, inclusive, representar um problema sério devido ao risco de infecções. Por isso, a dermatologista explica que todos os casos devem ser avaliados por um dermatologista, que irá indicar o melhor tratamento a ser realizado.

Dicas


Ao menor sinal de unha encravada, é normal tentar desobstruir a passagem, ou seja, cutucar a pele ou cortar a unha. De acordo com a dermatologista, essa técnica deve ser evitada, pois a chance da unha voltar a crescer e encravar novamente é alta. A médica também não recomenda o uso de calçados apertados, fechados e de bico fino

Para evitar o surgimento da unha encravada, a dica é manter os pés higienizados e limpar a região com algodão embebido em álcool. Além disso, é possível prevenir deixando as unhas compridas e com corte quadrado, de forma que possam garantir a proteção de suas extremidades.
Já as cutículas devem ser apenas empurradas, pois elas protegem as unhas de microorganismos. 

Copyright foto: iStock
Este documento, intitulado 'Aprenda a tratar e prevenir a unha encravada', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o A revista da mulher (www.arevistadamulher.com.br) ao utilizar este artigo.