0
Obrigado

Algumas palavras de agradecimento nunca são demais.

Armani Privé: feminilidade em tons de lilás

A marca italiana elegeu a cor como personagem principal do desfile, pontuado  por looks com babados, texturas e transparências 

Vestido de festa Armani Privé.


Um mood futurista com um toque retrô invadiu o Palais de Tokyo, em Paris, para o desfile da Armani Privé. Quando os primeiros looks cruzaram as passarelas, já era possível perceber que o estilista Giorgio Armani havia eleito o lilás como o protagonista da sua coleção de alta-costura.

Nuances dessa cor estiveram na maior parte do desfile: desde os looks casuais, em saias e shorts com babados ou jaquetas de mangas curtas e estruturadas, até as produções mais requintadas, como nos vestidos de festa longos cheios de texturas. Um mix de azul, preto e cinza também permeou o catwalk, em combinações que surpreendem pelo requinte e sofisticação.

Babados e transparências nas criações de Giorgio Armani.


Armani apostou, ainda, em calças leves e transparentes, que mostram com muita sensualidade os contornos das pernas, e em peças oversized, que podem ser usadas com blusas mais justas por baixo. Tudo em perfeita sintonia com o makeup hair, que trouxe de volta os cabelos médios e levemente ondulados dos anos 30. 


Copyright foto: Reprodução/Twitter 

Publicado por . Última modificação: por oRedacao.

Este documento, intitulado 'Armani Privé: feminilidade em tons de lilás', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o A Revista Da Mulher (https://www.arevistadamulher.com.br/) ao utilizar este artigo.
Adicionar comentário

Comentário

Comentar a resposta do usuário anônimo