2
Obrigado

Algumas palavras de agradecimento nunca são demais.

Alimentação pós-parto: saiba quais alimentos priorizar

Nesse período, tudo o que a mãe consome influencia diretamente nos nutrientes e no sabor do leite do bebê. Confira quais alimentos priorizar e quais devem ser riscados do cardápio

Alimentação variada e equilibrada é a chave para um leite materno saudável.


Durante a gravidez, uma dieta equilibrada é fundamental. Nesse período, tudo o que a mamãe consome reflete na saúde do bebê. O que muitas mamães não sabem, é que depois do nascimento do bebê, a alimentação regrada deve continuar. Os cuidados com o consumo de comidas mais saudáveis continuam sendo indispensáveis para o bebê, afinal, a mamãe está amamentando. 

Segundo Márcia Loureiro, nutricionista da Life Clínica, tudo o que a mãe come no pós-parto, durante a amamentação, influencia diretamente no sabor e nos nutrientes do leite que o bebê vai ingerir. 

Por isso, é importante que o cardápio seja variado e que a mãe invista numa alimentação saudável, pois tudo o que é consumido chega ao bebê pelo leite materno

A nutricionista também explica que a mãe deve estar atenta ao que consome e às reações do bebê. “Se o bebê chorar muito de cólica, a mãe deve analisar o que comeu de diferente e parar de comer para ver se o sintoma do bebê passa”, sugere.

As mamães vegetarianas devem se policiar mais ainda: “elas devem ingerir todas as vitaminas e minerais suficientes para alimentar tanto o bebê quanto ela.”

Márcia também alerta que o pós-parto não é hora de fazer dietas, afinal, uma alimentação regrada fará com que a mãe perca peso automaticamente. 

Os alimentos mais indicados

Alimentos ricos em proteína, antioxidantes, ferro, vitamina C, além da água devem ser priorizados no pós-parto. A nutricionista indica o consumo diário de cada um:

  • Frutas: pelo menos três ao dia;
  • Legumes e verduras: no almoço e no jantar;
  • Peixe: bem cozido em uma das refeições principais;
  • Arroz, batata e massas: menos da metade do prato em uma das refeições principais:
  • Laticínios: 3 doses de consumo por dia;
  • Carboidrato (cereais, torradas, pães): consumir pequenas quantidades nos lanches;
  • Água: 4 litros por dia para ajudar na produção do leite (2 litros em líquido e 2 litros em alimentos e sucos).

Alimentos que devem ser evitados

As mamães devem evitar o excesso de açúcar, farinhas refinadas, gordura animal, condimentos, frituras, produtos industrializados, alimentos e bebidas com cafeína e chocolate.

Bebidas alcoólicas também não são indicadas para esse período: “Além de dificultar a absorção dos nutrientes, o álcool pode ser absorvido pela criança por meio do leite materno.”

Porém, Márcia frisa que nenhum alimento precisa ser cortado do cardápio até que se prove que está fazendo mal ao bebê. O mais importante é prestar bastante atenção às reações do bebê e consultar um médico para ajudar a identificar se é o alimento que está fazendo mal à criança. “Cada bebê tem uma aceitação e não devemos generalizar. A dica é ingerir um alimento de cada vez e observar a reação do bebê”, finaliza a nutricionista. 

Copyright foto: iStock

Publicado por . Última modificação: por oRedacao.

Este documento, intitulado 'Alimentação pós-parto: saiba quais alimentos priorizar', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o A Revista Da Mulher (https://www.arevistadamulher.com.br/) ao utilizar este artigo.
Adicionar comentário

Comentário

Comentar a resposta do usuário anônimo