Corretivos coloridos: como usá-los?

Entenda para que serve cada cor e veja os conselhos do especialista para uma aplicação perfeita

Os corretivos coloridos ajudam a corrigir tons de olheiras mais profundas, manchas avermelhadas de acnes, de sol e manchas roxas ou marrons.


Quem adora o universo da maquiagem, incorporou um novo acessório na nécessaire: o corretivo colorido. Como o próprio nome já diz, corretivo serve para corrigir aquelas imperfeições que todo mundo tem. Mas porque eles seriam coloridos? 

Simplesmente para disfarçar e camuflar manchas na pele usando cores complementares, que quando misturadas criam tons mais claros. O produto é ideal "para corrigir, especialmente, alguns tons de olheiras mais profundas, manchas avermelhadas de acnes, manchas de sol e manchas roxas ou marrons", explica André Cezar, maquiador que ficou entre os 4 melhores do país no reality show Desafio da Beleza, do canal GNT .

André cita algumas cores disponíveis, como amarelo, verde, lilás e vermelho, e conta mais sobre a função de cada uma. O corretivo amarelo, por exemplo, corrige as olheiras e manchas mais arroxeadas do rosto.

Já o verde, neutraliza as manchas vermelhas causadas pelas temidas acnes, além de alguns vasinhos ou cicatrizes. O corretivo lilás, por sua vez, disfarça tons mais amarronzados como manchinhas de sol, melasma ou as manchas de gravidez.

O vermelho, explica, cobre as manchas brancas e também repõe a pigmentação de pele, sendo ideal para quem tem vitiligo. No entanto, algumas pessoas usam o corretivo vermelho também para corrigir olheiras.


Instruções de uso 

Antes de usar os corretivos coloridos, André explica que a pele deve ser preparada da mesma forma que para uma maquiagem comum. “Tem que limpar, tonificar e hidratar.” 

Na hora de aplicar, algumas técnicas são importantes para um resultado perfeito. Primeiramente, o especialista lembra que a aplicação deve ser feita com um pincel, caso o corretivo colorido seja líquido ou em creme, ou diretamente na pele, se ele for em bastão. Após aplicá-lo na área desejada, inclusive olheiras - mesmo se a região é muito próxima ao olho -, é preciso esfumá-lo levemente. 

Em seguida, deve-se utilizar um corretivo da cor da pele por cima do colorido, para neutralizá-lo. Só que este corretivo não deve ser espalhado e nem esfumado. “O correto é aplicar dando leves batidinhas para não remover a pigmentação do corretivo colorido que foi aplicado”, explica. 

Quanto ao formato do produto, é possível encontrá-lo em líquido, bastão ou em creme, sendo que esse último deve ser aplicado com o auxílio do pincel. Mas o maquiador tem suas preferências: “O que eu mais gosto de usar é o corretivo em creme, porque ele dá uma cobertura melhor.”

Já o corretivo líquido requer mais cuidados. “Se for aguado demais, corre o risco de escorrer e não dar uma cobertura tão interessante.” André também explica que alguns corretivos líquidos são mais pastosos, similares a um creme. “Esses são bacanas, mas eu gosto do mais cremoso, que é mais compacto”, indica. 

Os corretivos podem ser usado em todos os tipos de pele, porém, para aquelas que têm a epiderme muito oleosa, o maquiador recomenda um corretivo bem leve, sem muito óleo. “Nos dias de calor intenso também não é legal carregar o rosto com corretivos, para não dar um aspecto pesado demais”, finaliza.

Copyright foto: iStock
Este documento, intitulado 'Corretivos coloridos: como usá-los?', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o A revista da mulher (www.arevistadamulher.com.br) ao utilizar este artigo.