0
Obrigado

Saiba tudo sobre a dieta dissociada

Saiba tudo sobre a dieta dissociada: história, duração do regime, vantagens e desvantagens.

A dieta dissociada consiste em evitar a associação de certos alimentos.

Este método data dos anos de 1930 e esteve particularmente na moda nos anos de 1950. Ele se baseia no princípio de que são as combinações de alimentos que fazem engordar, e não os alimentos em si. É o caso, então, de não consumir numa mesma refeição lipídios e carboidratos, ou proteínas e carboidratos. Por exemplo, é permitido comer pão e manteiga, mas separadamente, e não na mesma refeição, pois esta combinação é perigosa para quem quer manter a linha. Do ponto de vista dos resultados, o emagrecimento é visível e rápido, mas a retomada de peso ao parar a dieta, também. Este tipo de regime contribui, portanto, infelizmente, para manter o famoso efeito sanfona. É uma dieta desequilibrada. 

Categoria: Regime para emagrecer.

Duração: Geralmente, um tratamento de uma semana, que deve ser repetido de acordo com o peso ao qual se quer chegar.

História: Este regime surgiu nos anos de 1930. Ele esteve muito em voga nos anos de 1950. Na década de 60, os atletas seguiam a dieta dissociada escandinava para se preparar para competições.

Na prática: Consumir um único tipo de alimento a bel-prazer em determinado momento (segunda-feira: peixe; terça: legumes…).

Vantagens: É uma dieta eficaz a curto prazo, pois ao consumir exclusivamente um único alimento todos os dias, acabamos por ficar saturados!

Inconvenientes: Regime difícil de manter – ele exige uma certa disciplina –, durante o qual se observa com frequência uma retomada de peso ao interrompê-lo e reintroduzir a alimentação “normal”.

O site: Não tem site oficial.

Copyright foto: Istock
Este documento, intitulado 'Saiba tudo sobre a dieta dissociada', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o A revista da mulher (www.arevistadamulher.com.br) ao utilizar este artigo.