6
Obrigado

10 maneiras de ficar zen

Com tanto estresse, tem dias que o corpo pede socorro. Felizmente, nossas leitoras têm alguns truques na manga para reencontrar a serenidade. Saiba o que elas fazem para se manter zen.

Dar uma cochilada de tarde, dar um passeio sozinha, escutar seu CD favorito... descubra como nossas leitoras conseguem controlar o estresse e se manter zen!


1. Desconecte-se do mundo 
No trabalho ou em casa, às vezes é difícil se manter calmo. Quando o estresse se impõe, algumas pessoas são tomadas por um desejo irresistível de solidão, como se fosse para fazer um balanço íntimo. É o caso de Marta, que “fecha a porta, desliga o telefone, pega um bom livro, assiste um DVD, ou faz uma manicure ouvindo um CD de Cole porter, Nat King Cole ou Sinatra...”. Cristina prefere “surfar na internet”, no mundo virtual. Júlia explica: “Nervosismo, tremedeira, pânico de não poder assumir corretamente minhas tarefas ou uma responsabilidade que se tornou muito pesada... eu me isolo para esvaziar a cabeça”

2. Adote uma atitude zen
Existe uma grande variedade de métodos para relaxar em um piscar de olhos. Com o tempo, elas acabam se tornando uma segunda natureza, à qual as leitoras recorrem assim que a necessidade se impõe. Paula aconselha “esticar o corpo em um lugar tranquilo, fechando os olhos com uma música suave, e fazer uma sessão de relaxamento: respirar com o abdômen, soltar cada parte do corpo, focar uma imagem positiva, de cor estimulante”. Um programa completo! Quanto a Sonia, ela descobriu um livro acompanhado de um CD de Jakobson, que fala de relaxamento progressivo: “Com uma meia-hora por dia no começo, é possível acostumar o corpo a relaxar as tensões a qualquer momento”.

3. Respire profundamente
O segredo para desfazer os nós do corpo? A respiração. Quando ela é mantida sob controle, esta função vital do organismo oferece um sentimento de apaziguamento. Laura lembra: “Quando estou estressada, fico tensa, dura, com contrações nas costas, e mordo os lábios. Aprendi a respirar melhor, profundamente, e suspiro muito. Isso me alivia”. Para Viviane, durante uma situação angustiante, “existe algo de muito simples a fazer: respirar pela barriga...”

4. Pratique exercícios leves
“Todos os dias, o trabalho em excesso, responsabilidades, prazos! O pânico se impõe rapidamente, dá a impressão ser impossível gerenciar tudo..”, constata Célia. Para enfrentar a pressão, ela começou a fazer qi gong, ioga e outros exercícios leves... “2 ou 3 movimentos durante o dia me deixam centrada!”, explica. Tereza está satisfeita com a ginástica, que consiste em encontrar o equilíbrio através do toque. Seu professor vai de uma aula para outra com sua mesinha de trabalho nas costas, seja a domicílio ou nas empresas. Prático!

5. Entre na dança
Para se livrar do estresse acumulado durante o dia, algumas pessoas se soltam! Como? Canalizando tudo para a música: “Com o mp3 nos ouvidos, uma vez que as crianças já estão dormindo, eu danço e me divirto sozinha na sala de jantar”, confidencia Márcia. O mesmo se dá com Renata, para quem a salsa se tornou uma segunda pele: “É a única coisa que me faz esquecer de tudo. Tenho sorte de ter encontrado uma escola de dança que dá aulas nos fins de semana. Depois de me exercitar durante duas horas, estou completamente renovada, estou de bom humor e feliz!”

6. Cuide de si mesma
O que há de melhor que um pouco de retiro para esquecer as pequenas preocupações do dia a dia? “Ouvi dizer que a água em movimento relaxa...”, conta Larissa. Por isso, o banho da noite se tornou seu ritual zen de todos os dias. O banho de banheira, menos ecológico, também tem seus adeptos: Manuela, Janete, Carla... Seja ele acrescido de sais de banho ou de óleos essenciais, é sempre uma boa oportunidade para esvaziar a mente e dissipar as tensões e as toxinas com a transpiração, como justifica Sandra. Ela defende também uma boa sessão de sauna, “sozinha, pois o silêncio é indispensável”.

7. Coloque ordem
Não se diz que colocar ordem em casa também é colocar ordem na cabeça? Esta expressão parece ser verdadeira para Neide, que tem muita dificuldade para relaxar. Para conseguir, ela põe ordem em tudo e em qualquer coisa: nos armários, nas gavetas... E funciona! Quanto a Fernanda, ela consegue unir o útil ao agradável: “Preparo minha agenda e faço listas das tarefas que tenho para cada dia da semana. O fato de colocá-las no papel me permite tirá-las da cabeça”. Um método cheio de astúcia!

8. Comece a cantarolar
Sugerido há pouco nas aulas de esportes, o canto é a atividade ideal para se sentir bem. O rosto, as costas, os abdominais... Ele solicita vários músculos, desestressa, acalma e libera a capacidade de expressão. Em suma, tem tudo para agradar, como manifesta Tânia: “Basta eu ir ao parque com meu mp3, minhas canções prediletas e eis meia-hora de canto com resultados garantidos!"

9. Tome ar
Quando o trabalho se acumula, que as crianças fazem muito barulho ou, ainda, que você está parada no trânsito, uma pequena voz reclama na sua cabeça: “Ar! Ar!”... Cecília, que tem dificuldades para desestressar, obedece imediatamente: “Meu remédio para acabar com o estresse? Andar no campo sozinha, não ter de falar com ninguém e andar...” O mesmo acontece com Aline, que sai para respirar e fazer alguns passos por 15 a 30 minutos. Iolanda, mais aventureira, liga a moto para esquecer as preocupações.

10. Recarregue as baterias
Há quem pense que em períodos de estresse, seja mais difícil pregar o olho. No entanto, a sesta é uma boa oportunidade para descansar a mente e melhorar desta forma a sua resistência diante das situações perigosas. No seu dia de descanso, aos sábados, Lúcia tem costume de dormir pelo menos duas horas durante a tarde. É o que chamamos de sesta reparadora!

Copyright foto: Istock
Este documento, intitulado '10 maneiras de ficar zen', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o A revista da mulher (www.arevistadamulher.com.br) ao utilizar este artigo.