0
Obrigado

Algumas palavras de agradecimento nunca são demais.

Alta-costura da Chanel revisita clássicos e propõe nova silhueta

Karl Lagerfeld renovou os famosos tweeds da marca e ainda trouxe para as passarelas do Grand Palais peças com shape oval e mais amplo

Lily-Rose Depp encerrou o desfile com um vestido magnífico.


À primeira vista, a coleção de alta-costura Primavera/Verão 2017 da Chanel, assinada por Karl Lagerfeld, pode parece mais do mesmo. Mas quando se presta atenção em cada detalhe, fica evidente que o designer alemão sabe como ninguém surpreender os fashionistas com novas formas e texturas.

Os tweeds clássicos da grife francesa apareceram repaginados, em tons pasteis e uma dose de brilho metálico. As saias lápis que fazem a combinação perfeita com este tipo de casaco, aos poucos, ganharam uma forma mais ampla.

 

A evolução do tweed durante o desfile da Chanel.


O formato oval destaca os quadris, assim como os babados em penas e camadas - artifícios usados por Lagerfeld inspirado na escultura Spoon Woman, de Alberto Giacometti. Tudo isso com a cintura devidamente marcada por um cinto médio. 

Vestidos slim que contornam delicadamente as curvas da mulher também estiveram presentes na apresentação da Chanel, fazendo um contraponto interessante com saias bem amplas, bem ao estilo ladylike.

Para fechar em grande estilo, o desfile teve Lily-Rose Depp a bordo de um modelo dos sonhos rosa quartzo, amplo e riquíssimo em detalhes. A verdadeira personificação da alta-costura. 

Copyright foto: iMAXtree

Publicado por . Última modificação: por oRedacao.

Este documento, intitulado 'Alta-costura da Chanel revisita clássicos e propõe nova silhueta', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o A Revista Da Mulher (https://www.arevistadamulher.com.br/) ao utilizar este artigo.
Adicionar comentário

Comentário

Comentar a resposta do usuário anônimo