0
Obrigado

Daniela Mercury

Nome completo: Daniela Mercuri de Almeida

Data de nascimento: 28/07/1965

Cidade: Salvador, Bahia

País: Brasil

Signo astrológico: Leão

Amigos: Ivete Sangalo, Durval Lélis, Gilberto Gil, Preta Gil, Alinne Rosa, Xuxa, Carlinhos Brown






A baiana Daniela Mercury foi uma das precursoras do axé music e lançou diversos discos de sucesso, entre eles O Canto da Cidade. Sucesso dentro e fora do país, ela é considerada uma das artistas brasileiras mais bem sucedidas na história.

Rainha da axé music

Daniela Mercury, nome artístico de Daniela Mercuri de Almeida, nasceu em Salvador, no dia 18 de julho de 1965. Filha de uma assistente social brasileira e um mecânico português, tem quatro irmãos: Tom, Cristiana, Vânia e Marcos. Sem vínculos com o mundo artístico, decidiu ser cantora aos 13 anos depois de ter ido a um show de Elis Regina. Três anos depois, já se apresentava em alguns bares da cidade.

Já como cantora profissional, Daniela foi vocalista da Banda Eva entre 1986 e 1988, assumindo depois o posto de backing vocal da banda de Gilberto Gil. Na mesma época, ela chegou a gravar dois álbuns com o grupo Companhia Clic, até que em 1990 decidiu seguir carreira solo. Logo no ano seguinte, a baiana ganhou projeção nacional com as músicas "Swing da Cor" e "Menino do Pelô", ambas de seu primeiro álbum, Daniela Mercury.

Em 1992, a cantora estourou em todo o país com seu segundo disco, O Canto da Cidade, emplacando os sucessos "O Mais Belo dos Belos", "Batuque", "Você Não Entende Nada" e a faixa-título do álbum. Graças ao trabalho, Daniela também ficou conhecida no exterior e, em 1993, foi escalada como uma das atrações do prestigiado Festival de Jazz de Montreux, na Suíça. 

Precursora do movimento da axé music, a baiana consolidou sua carreira dentro e fora do país lançando outros 14 álbuns, entre eles o bem sucedido Feijão com Arroz (1996). A partir dos anos 2000, Daniela passou a investir em outros ritmos que redirecionaram sua sonoridade, como música eletrônica e funk. O resultado foi apresentado em discos como Sol da Liberdade (2000), Carnaval Eletrônico (2004) e Balé Mulato (2005), este que ganhou uma versão ao vivo premiada com um Grammy Latino.

Outros méritos

Considerada uma das maiores cantoras brasileiras de todos os tempos, Daniela Mercury já gravou duetos com nomes como Milton Nascimento, Carlinhos Brown, Lenine, Zé Ramalho e o espanhol Alejandro Sanz, além de ter se apresentado ao lado de Paul MacCartney na entrega do Prêmio Nobel da Paz, em 2001. Em 1999, a baiana ainda fundou um dos principais trios elétricos do carnaval de Salvador, o Trio Techno, que apresentou a fusão do axé com música eletrônica. Além dele, a cantora também comanda o tradicional bloco Crocodilo.

Além da música, Daniela ainda atua em filantropia, participando de causas sociais variadas. Desde 1995, ela é embaixadora nacional da boa vontade da UNICEF e, em 2008, criou o Instituto Sol da Liberdade, que atua na formação de educadores e na educação de crianças e jovens através da cultura. A cantora também participa de campanhas a favor do aleitamento materno, contra a exploração sexual de crianças e adolescentes, contra o trabalho infantil e contra a homofobia.

No lado pessoal, a cantora foi casada de 1984 a 1996 com o engenheiro Zalther Portela Laborda Póvoas, pai de seus dois filhos: Gabriel (1985) e Giovana (1986). Depois, teve uma união de três anos com o publicitário italiano Marco Scabia, com quem adotou três meninas: Márcia, Ana Alice e Ana Isabel. Em abril de 2013, Daniela Mercury anunciou sua união com a jornalista Malu Verçosa. Com ela, lançou em 2013 o livro Daniela e Malu, Uma História de Amor, que conta a história do relacionamento das duas.

Copyright foto: AgNews
Este documento, intitulado 'Daniela Mercury', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o A revista da mulher (www.arevistadamulher.com.br) ao utilizar este artigo.