0
Obrigado

Algumas palavras de agradecimento nunca são demais.

Crise no casamento: os principais motivos e as ideias para superá-la

Uma vida conjugal sem brigas talvez seja uma utopia, mas nem sempre a crise no casamento precisa levar à ruptura da relação

Quando discordância vira disputa, casal pode entrar em crise no casamento.


No dia do primeiro encontro, quando a chama do interesse do casal se inicia, ninguém pensa nas desavenças que provavelmente virão ao longo do relacionamento. Apesar de não existir uma fórmula mágica para manter os casais juntos, especialistas confirmam que a crise no casamento pode ser desencadeada por alguns fatores comuns à maioria dos casais.
 
“Em geral os desentendimentos, ou a chamada crise conjugal, acontecem por questões banais. As mais comuns têm raízes em três fatores: a discordância de ideias sobre coisas simples da vida; a repetição do modelo dos pais na vida do casal; e a disputa”, diz a psicóloga terapeuta de família Helena Monteiro.
 
Repetir o padrão dos pais é o mais fácil de superar, dizem especialistas. Como se dá por repetição de um exemplo, e não um sentimento ou vontade genuína do indivíduo, uma simples conversa é capaz de resolver e evitar uma crise no casamento.
 

Quando discordar vira disputa

Já a discordância de ideias precisa ser monitorada. De acordo com Jacques e Claire Pujol, um casal de psicanalistas franceses especializado em estudo de relacionamentos, o desacordo é um processo natural entre os casais. Seria através da discordância com o outro que cada um valida seus próprios pensamentos.
 
“Mas o que desencadeia a crise no casamento é quando essa discordância vira uma constante. Quando discordar vira uma forma de autoafirmação. É aí o casal entra em uma disputa”, afirma Helena Monteiro. Nada mais tóxico para uma relação amorosa do que uma disputa, dizem especialistas. Essa é o fator que mais leva as pessoas que enfrentam crise no casamento a se separarem.
 
Na opinião da psicóloga, uma relação saudável não suporta convivência com alguém que parece estar o tempo todo fiscalizando os atos do outro, só para ter razão.”É quando falar algo errado ou até deixar um objeto fora de lugar parece ter se tornado o fim do mundo. Um dos membros do casal toma aquilo como escudo para afirmar ‘veja como eu estou certo e você errado’”, avalia Helena Monteiro.
 

Como tentar resolver a crise no casamento

Apesar de a crise ser caracterizada por brigas, por vezes o casal perde a vontade até de conversar ou mesmo discutir a relação. Nestes casos, também é preciso estar atento ao quão perigoso é o silêncio.
 
“No consultório sempre proponho um exercício simples: peço para os casais listarem o que não gostam no outro e que são os motivos pelos quais eles se veem mais felizes separados. Depois, peço para listarem o que adoram no outro e, portanto, sofreriam se vivessem sem”, conta Helena.
 
Segundo a terapeuta, é o balanço entre os pontos elencados em cada lista o fator determinante para saber se aquela crise no casamento pode ser superada. “É nessa hora, quando é avaliado o sentimento de alívio versus o sentimento de perda, que fica muito claro se o casal tem mais a ganhar ou a perder continuando juntos”, completa a psicóloga.
 
Copyright foto: iStock

Publicado por . Última modificação: por oRedacao.

Este documento, intitulado 'Crise no casamento: os principais motivos e as ideias para superá-la', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o A Revista Da Mulher (https://www.arevistadamulher.com.br/) ao utilizar este artigo.
Adicionar comentário

Comentário

Comentar a resposta do usuário anônimo