0
Obrigado

Blocos de Carnaval mais populares do Rio de Janeiro: veja a programação

Vai passar o Carnaval do Rio? Conheça os mais tradicionais e populares blocos do Carnaval carioca, que divertem e arrastam multidões pelas ruas da Cidade Maravilhosa

Leandra Leal, a porta-estandarte do bloco Cordão do Bola Preta. 


O Carnaval 2016 começa oficialmente no dia 5 de fevereiro. Apesar de os blocos cariocas já começarem a ir para as ruas em janeiro, quem ainda não queimou todas as energias no pré-Carnaval tem ainda muitos motivos para brincar para valer.

Para ajudar a escolher entre os mais de 600 blocos que fazem a alegria do Carnaval na Cidade Maravilhosa, A Revista da Mulher fez a seleção dos mais populares blocos de Carnaval do Rio, que saem nos cinco dias oficiais de folia.

É preciso estar preparado: calor, multidão (há blocos que arrastam mais de 1 milhão de foliões) e algum aperto são o preço que se paga para viver os momentos da êxtase da maior festa popular do Brasil.

A programação da Riotur, a secretaria de turismo do Rio de Janeiro, já foi divulgada, então, já é possível ter preparar a programação de datas e horários dos blocos de Carnaval do Rio.

Confira a agenda dos mais populares blocos de Carnaval do Rio.

Copyright foto: Reprodução / Facebook

Sexta-feira, dia 5 de fevereiro de 2016

O 'Carmelitas' é o bloco de Carnaval do Rio que sai na sexta-feira.

Carmelitas 

Reza a lenda que uma freira, apaixonada pela festa momesca, fugia da clausura todo ano para pular Carnaval. Em homenagem à 'freirinha foliã', os integrantes se vestem de freira e começam a brincadeira em frente ao antigo convento das Carmelitas. Bloco das antigas, cresceu muito e arrasta multidões pelas ladeiras do icônico bairro de Santa Teresa. Há quem diga que é uma espécie de Carnaval de Olinda (PE) em pleno Rio de Janeiro.

Local: Rua Dias de Barros, Largo do Curvelo, Rua Almirante
Alexandrino, seguindo até o Largo dos Guimarães
Hora: 15h

Copyright foto: Reprodução / Facebook

Sábado, 6 de fevereiro de 2016

O bloco do Bola Preta arrasta mais de 1 milhão de pessoas no Rio.


Cordão do Bola Preta 

Quem é do Rio costuma dizer que o Bola Preta representa a abertura do Carnaval. Com o refrão "Quem não chora, não mama/Segura, meu bem, a chupeta/Lugar quente é na cama/ Ou então, no Bola Preta", o bloco de Carnaval mais tradicional da cidade arrastou, em 2015, cerca de um milhão e trezentas mil pessoas pelas ruas do Centro do Rio. A dica é chegar cedo, vestido com motivos de bolas, pretas e brancas, e esquecer o empurra-empurra. Com a presença de artistas e celebridades - a atriz Leandra Leal foi a  porta-estandarte no último ano - quem não vai ao menos dar uma olhada "no Bola", como é intimamente chamado o bloco, perde a oportunidade de conhecer um verdadeiro bloco 'de raiz' do Carnaval do Rio.  

Local: Rua Primeiro de Março com Rua do Rosário, Centro do Rio.
Hora: 9h30 

Bloco do Barbas 

O folião que se acabou no Bola Preta pela manhã, mas ainda tem fôlego para continuar, pode se deslocar para o bairro de Botafogo e seguir o divertido Bloco do Barbas. Criado pelo filho do dramaturgo e jornalista Nelson Rodrigues, o bloco nasceu no restaurante Barbas, onde jornalistas, políticos e intelectuais militavam contra o regime militar. Virou um dos blocos mais procurados do Rio, para lá de animado e com um ambiente familiar. Para amenizar o calor, há o já tradicional banho, com jatos d'água que saem de um carro-pipa. Convém levar os celulares embrulhados em uma proteção à prova d'água ou ir sem aparelhos eletrônicos.

Local: Rua Assis Bueno, esquina com Arnaldo Quintela 
Hora: 16h 


Banda de Ipanema 

Tradição e ousadia, duas características aparentemente inconciliáveis que se unem em um dos blocos de Carnaval mais populares do Rio. Sua primeira madrinha foi Leila Diniz, a atriz-musa dos anos 1960, e logo o bloco foi adotado pelo movimento LGBTS. A Banda de Ipanema se concentra na Praça General Osório e desfila sua alegria e irreverência pela orla de Ipanema. Começa no fim da tarde e vai até quase meia-noite. Destaque para a turma gay que capricha na criatividade das fantasias. Imperdível! 

Local: Rua Jangadeiros,esquina com Gomes Carneiro
Hora: 17h30 

Copyright foto: Reprodução / Facebook

Domingo, 7 de fevereiro de 2016

O bloco Cordão do Boitatá transforma uma tradicional praça do Rio em baile de Carnaval à moda antiga.


Cordão do Boitatá

Não importa que horas a folia acabou no sábado. Um bloco completamente acústico, com muitos instrumentos de sopro e que, após o desfile, faz da Praça XV um salão de baile de Carnaval à moda antiga, tocando marchinhas carnavalescas, de Lamartine Babo aos compositores atuais. Acorde cedo, vista um fantasia e vá ao Cordão do Boitatá. O Bloco de Carnaval foi o responsável pela volta da tradição de pular Carnaval fantasiado nos blocos de ruas do Rio. 

Local: Praça XV, Centro
Hora: 9h

Simpatia é Quase Amor

O Bloco é um dos pioneiros da chamada 'retomada' do Carnaval de rua Carioca. Sua popularidade é tamanha, que ele sai uma semana antes do início oficial do Carnaval e no domingo de folia. O Simpatia arrasta milhares foliões, que o seguem pela Avenida Vieira Souto, a orla da Praia. A dica é ir com roupa de banho para um mergulho antes e outro depois do samba.

Local: Praça General Osório, Ipanema
Hora: 16h 

Copyright foto: Reprodução / Facebook

Segunda-feira, 8 de fevereiro de 2016

Beatles em versão Carnaval no bloco do Sargento Pimenta.


Sargento Pimenta

bloco do Sargento Pimenta estreou no Carnaval do Rio em 2011. A ideia de fazer um bloco tocando somente músicas dos Beatles em ritmo de Carnaval parecia um tanto descabida, algo meio segmentado, que atrairia um ou outro folião. Ledo engano. Já no primeiro ano, o Sargento Pimenta foi um sucesso, capaz de causar um caos na cidade porque os organizadores não esperavam tamanha adesão. Agora, mais de um milhão de foliões acompanham o bloco para se esbaldar com a versão samba das canções dos quatro garotos de Liverpool.

Local: No Aterro do Flamengo,  entre a passarela da Marina da Glória e do MAM, Flamengo
Hora: 10h 

Bloco de Segunda 

Este bloco de Carnaval, com muito samba-enredo e marchinhas, é ideal para quem aprecia brincar o Carnaval de rua da forma mais tradicional. As ruas por onde o bloco passa são largas, o que permite a multidão seguir o Bloco de Segunda sem aperto. Após o desfile, o carro de som e a bateria param em frente à Cobal do Humaitá. A dica para quem não quer seguir o bloco é sentar-se em um dos bares da Cobal e esperar até o fim do desfile, para curtir e sambar de forma mais confortável. 

Local: Rua Marques, próxima à Cobal do Humaitá
Hora: 17h 

Copyright foto: Reprodução / Facebook

Terça-feira, 9 de fevereiro de 2016

Bloco da Orquestra Voadora: músicos e cenário de primeira.


Orquestra Voadora

Assim como o Sargento Pimenta, o bloco da Orquestra Voadora conquistou os foliões cariocas logo no primeiro ano em que saiu pelas ruas do Rio no Carnaval. Uma verdadeira orquestra de músicos, jovens e talentosos, transforma o desfile da Orquestra Voadora em um momento de êxtase para todas as idades. No cenário, os jardins projetados por Burle Marx na Praia do Flamengo, com o Pão de Açúcar completando a paisagem 

Local: Avenida Infante Dom Henrique, na altura da Praça Luis de Camões, Aterro do Flamengo
Hora: 15h


Meu bem, volto já!

O nome é uma alusão a uma história de um sambista carioca, que teria deixado a esposa na mesa de um bar para correr atrás de um bloco. Com medo de ser repreendido pela mulher, teria dito a frase que dá nome a um dos blocos de Carnaval mais animados do Rio. 

Local: Avenida Princesa Isabel, esquina com a Rua Barata Ribeiro, Leme 
Hora: 17h

Copyright foto: Reprodução / Facebook
Este documento, intitulado 'Blocos de Carnaval mais populares do Rio de Janeiro: veja a programação', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o A revista da mulher (www.arevistadamulher.com.br) ao utilizar este artigo.