0
Obrigado

Cuide da sua pele depois do sol

Depois de dias e dias deitada na praia bronzeando, é hora de cuidar da pele. Você está com uma cor linda, mas o sol ainda é o inimigo número um da nossa pele. Agora é preciso reverter os estragos.

Depois de ter aproveitado as férias para pegar uma cor, é hora de cuidar da sua pele!

O sol: inimigo da sua pele
A curto prazo, a exposição aos raios UV provoca um ressecamento da pele. A ação do sol causa uma descamação da epiderme. Em outras palavras, sua pele descasca.
Se você já ficou exposta ao sol durante horas a fio no verão, alguns efeitos podem aparecer algumas semanas ou até alguns meses mais tarde, como uma crise de acne. A primeira consequência do sol é melhorar a textura da pele. Mas isso não dura muito. Ele também torna a epiderme mais espessa e provoca, a médio prazo, a aparição de pequenas espinhas bem como manchas vermelhas.
A longo prazo, a exposição contínua acelera o envelhecimento da pele, faz com que ela perca a sua elasticidade e torna a derme delgada. Os efeitos visíveis se traduzem por meio de rugas profundas, uma tez repuxada, rosácea, manchas... E, nos casos mais graves, uma overdose de sol pode desencadear um câncer de pele ou o surgimento de melanomas.  

As atitudes certas 
É imperioso hidratar a pele. Não só bebendo água. É preciso aplicar um produto emoliente sobre todo o seu corpo. Para o rosto, escolha cremes à base de ácidos de frutas que estimulam a renovação celular e mantêm a sua tez de pêssego. Não se esqueça de fazer uma esfoliação com grãos finos uma vez por semana. 
Diferentemente do que se pode pensar, a esfoliação não tira o bronzeado. Ao contrário, ela o destaca, dando-lhe um aspecto homogêneo. Graças à eliminação das peles mortas na superfície da epiderme, sua pele respira e sua tez fica mais radiante. Quando você lavar o rosto, utilize água morna. A água quente provoca o surgimento de manchas vermelhas.
Ao voltar das férias, não se esqueça de fazer uma esfoliação e de hidratar as costas das mãos bem como o colo, que ficam muitos expostos e são sensíveis aos raios UV pois ali a pele é mais fina.

Os alimentos que salvam a sua pele
Sua alimentação pode tornar a sua pele mais bonita. Basta conhecer algumas noções básicas.
Prefira os ômegas 3 que você vai encontrar no peixe de água fria, como o salmão, o atum, o linguado e a sardinha. Eles favorecem a hidratação da pele que foi judiada no verão.
Para guardar sua bela cor, consuma alimentos ricos em betacaroteno que você encontra, nas cenouras. 

E quanto ao bronzeado artificial?
Para quem é adepta dos autobronzeadores, saiba que eles são inofensivos. Você pode usá-los a longo prazo mas com moderação. Cuidado com o efeito “laranja”, nem sempre de bom gosto. Se você for aplicá-los no rosto, escolha um produto apropriado para o seu tipo de pele pois muitas vezes os autobronzeadores são comedogênicos. (obstruem os poros)
Evite frequentar os centros de bronzeamento com muita regularidade. Se você fizer um bronzeamento artificial três vezes por ano, a prática não trará efeitos nocivos para sua pele. Em contrapartida isso pode ser perigoso se virar um vício. É uma agressão adicional para a sua pele. Além disso, as sessões de bronzeamento aceleram o envelhecimento cutâneo e são cancerígenas. Estampar uma cara boa o ano todo, sim, mas não a qualquer preço.

Prepare-se para as próximas férias ao sol
Tome vitamina C regularmente. Coma frutas e legumes ricos em betacaroteno (tomates, pêssego, damasco, cenoura...), mas igualmente compostos de licopeno. Você acha este antioxidante nas frutas vermelhas e nas laranjas por exemplo.
Não cometa imprudências assim que os primeiros raios de sol surgirem. Exponha-se progressivamente. O tempo de uma pausa para o almoço, um passeio rápido...  Mais que tudo, não se esqueça de se proteger. Um fator de proteção 30 bastará para a chegada dos primeiros dias de sol. Não deixe de optar por um fator de proteção maior se a sua pele é muito clara. Renove a aplicação regularmente ao longo do dia.

Copyright foto: Istock