0
Obrigado

Algumas palavras de agradecimento nunca são demais.

Festival de Veneza promete disputa acirrada entre diretores consagrados

Terrence Malick, Win Wenders e Emir Kusturica são alguns dos nomes que disputarão o próximo Leão de Ouro na 73ª edição da mostra

A atriz Emma Stone é uma das estrelas do primeiro dia do Festival de Cinema de Veneza.


Começa nesta quarta-feira (31) a 73ª edição do Festival de Cinema de Veneza. Com 20 filmes na seleção oficial, o evento promete exibir os novos trabalhos de cineastas consagrados, como Terrence Malick, Wim Wenders e Emir Kusturica, que vão disputar o Leão de Ouro deste ano. A abertura da mostra será com o longa La La Land, de Damien Chazelle, estrelado por Emma Stone e Ryan Gosling

Duas vezes indicado ao Oscar, Malick vai apresentar o documentário Voyage of Time, enquanto Wenders exibe o drama The Beautiful Days of Aranjuez. O sérvio Emir Kusturica entra na competição com seu filme On The Milky Road, protagonizado por ele mesmo e a atriz italiana Monica Bellucci. Além deles, a mostra inclui também o aguardado suspense Nocturnal Animals, do estilista Tom Ford, estrelando Jake Gyllenhaal e Amy Adams.

Diferente do ano passado, quando o Brasil foi representado por três filmes no festival, este ano nenhuma produção brasileira foi selecionada. Entretanto, o evento vai apresentar quatro longas-metragens de diretores latino-americanos, entre eles Jackie, do chileno Pablo Larraín, que traz Natalie Portman no papel da ex-primeira-dama dos EUA, Jacqueline Kennedy

O diretor britânico Sam Mendes, conhecido por filmes como Beleza Americana (1999) e 007 - Operação Skyfall (2012), vai presidir o júri deste ano, que terá personalidades como a atriz italo-francesa Chiara Mastroianni e o cineasta venezuelano Lorenzo Vigas, vencedor do Leão de Ouro em 2015. O festival vai até o dia 10 setembro.

Confira a lista de filmes que disputam o Leão de Ouro:

The Bad Batch, de Ana Lily Amirpour (EUA)
Une Vie, de Stephan Brizé (França, Bélgica)
La La Land, de Damien Chazelle (EUA)
The Light Between Oceans, de Derek Cianfrance (EUA, Austrália, Nova Zelândia)
El Ciudadano Ilustre, de Mariano Cohn e Gaston Duprat (Argentina, Espanha)
Spira Mirabilis, de Massimo D’Anolfi e Martina Parenti (Itália, Suíça)
The Woman Who Left, de Lav Diaz (Filipinas)
La Region Salvaje, de Amat Escalante (México)
Nocturnal Animals, de Tom Ford (EUA)
Piuma, de Roan Johnson (Itália)
Rai, de Andrei Konchalovsky (Rússia, Alemanha)
Brimstone, de Martin Koolhoven (Holanda, Alemanha, Bélgica, França, Reino Unido e Suécia)
On The Milky Road, de Emir Kusturica (Sérvia, Reino Unido, EUA)
Jackie, de Pablo Larraín (EUA, Chile)
Voyage of Time, de Terrence Malick (EUA, Alemanha)
El Cristo Ciego, de Christopher Murray (Chile, França)
Frantz, de François Ozon (França)
Questi Giorni, de Giuseppe Piccioni (Itália)
Arrival, de Denis Villenueve (EUA)
The Beautiful Days of Aranjuez, de Wim Wenders (França, Alemanha)

Copyright foto:David Fisher/Shuttersto/SIPA 

Publicado por . Última modificação: por oRedacao.

Este documento, intitulado 'Festival de Veneza promete disputa acirrada entre diretores consagrados', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o A Revista Da Mulher (https://www.arevistadamulher.com.br/) ao utilizar este artigo.
Adicionar comentário

Comentário

Comentar a resposta do usuário anônimo