4
Obrigado

Algumas palavras de agradecimento nunca são demais.

Veja a seleção de 10 filmes eróticos para assistir a dois

Com cenas para lá de excitantes, filmes que foram sucesso no cinema podem ser inspiradores na cama

Os filmes eróticos ajudam a seduzir ou apimentar a relação.


Que tal uma seleção de filmes para assistir a dois? Para seduzir o homem desejado ou apenas tentar para sair da rotina do relacionamento,  A Revista da Mulher escutou sexólogos e cinéfilos a fim de saber quais são os filmes eróticos, e que não são pornôs, com as cenas mais excitantes já mostradas na telona. 

Dos clássicos como O Império dos Sentidos e O Último Tango em Paris, até os mais atuais como Cinquenta Tons de Cinza e Transa 3D, selecionamos 10 títulos que representam bem o erotismo no cinema. Para apimentar ainda mais a sessão, há ainda um filme com cenas de sexo verdadeiras entre os atores: Nove Canções

LEIA TAMBÉM

Confira a seleção de filmes proibidos para menores de 18 anos que estão na programação do serviço de streaming




Na seleção de filmes eróticos, os representantes do cinema nacional não ficaram de fora. Caso do filme picante A Dama do Lotação, com cenas quentíssimas, que é baseado em um texto de Nelson Rodrigues, escritor conhecido pela ousadia em abordar temas ligados a sexo em suas obras. Outro filme erótico brasileiro na lista é Bruna Surfistinha, a história real de uma garota de programa que virou celebridade.

Veja a lista de filmes eróticos a seguir. 

Copyright foto: iStock

O Último Tango em Paris

Clássico do filme erótico: cena de O Último Tango em Paris.


Um dos clássicos do cinema erótico, conta a história de uma jovem parisiense (Maria Schneider) e um homem de meia-idade (Marlon Brando) que vivem um tórrida história baseada exclusivamente no sexo. Destaque para a cena de sexo anal usando manteiga como lubrificante, que virou um clássico.

Título Original: Ultimo Tango a Parigi
Ano: 1972
Direção: Bernardo Bertolucci

Copyright foto: reprodução IMDb

O Império dos Sentidos

De 1976, o filme erótico O Império dos Sentidos continua atual. ao abordar a paixão obsessiva.


Uma história fascinante de paixão e obsessão, baseada em um caso real entre uma ex-prostituta e o patrão de uma casa onde passa a trabalhar. O final trágico é um dos mais marcantes da filmografia erótica. Destaque para as cenas em que a mulher explora sem pudores as zonas erógenas do homem.

Título Original: Ai no Korīda
Ano: 1976
Direção: Nagisa Oshuima

Copyright foto: reprodução IMDb

A Dama do Lotação

Sônia Braga protagoniza o filme erótico que está na lista dos 10 filmes nacionais de maior bilheteria: A Dama do Lotação.


Baseado em um conto de Nelson Rodrigues, este filme erótico conta com a atuação de Sônia Braga, no auge de sua beleza. A atriz vive uma jovem recém-casada que não sente desejo pelo marido, mas para provar que seu problema não é frigidez e sim o sexo no casamento, faz sexo com todos os outros homens fora de casa. 

Título Original: A Dama do Lotação
Ano: 1978
Direção: Neville de Almeida

Copyright foto: Reprodução

9 1/2 Semanas de Amor

9 1/2 Semanas de Amor: filme erótico que falou sobre fantasias sexuais.


Uma mulher recém-divorciada começa um relacionamento baseado em puro erotismo com um homem misterioso. Protagonizado por Mickey Rourke e Kim Basinger, 9 1/2 Semanas de Amor embalou uma geração inteira ao ritmo do erotismo. Destaque para as cenas da geladeira, da transa na rua em um dia de chuva e outras de exibicionismo.

Título Original: Nine 1/2 Weeks
Ano: 1986
Direção: Adrian Lyne

Copyright foto: Reprodução

Romance

Filme erótico Romance toca em um delicado ponto: o amor versus o desejo sexual.


Apesar de apaixonada pelo namorado, e morando com ele, a protagonista deste filme erótico começa a perceber que seu desejo sexual não cabe apenas naquela relação monogâmica. O filme faz refletir sobre a visão de cada um a respeito de fantasias sexuais, fidelidade e apetite sexual. 

Título Original: Romance
Ano: 1999
Direção: Catherine Breillat

Copyright foto: reprodução AlloCinè

Lúcia e o Sexo

Um dos mais belos filmes eróticos de todos os tempos: Lúcia e o Sexo.


Uma interessante história, na qual vários personagens se cruzam, é a moldura desse filme erótico de fotografia deslumbrante. A atriz espanhola Paz Vega empresta seu talento e beleza para falar de desejo e paixão, com muitas cenas de sexo permeadas por uma plasticidade ímpar, tendo uma ilha do Mediterrâneo como cenário.

Título Original: Lucía y el sexo
Ano: 2001
Direção: Julio Medem

Copyright foto: Reprodução YouTube

Nove Canções

Entre shows de rock, casal tem tórridas relações sexuais no filme 9 Canções.


Intensos encontros sexuais de um casal, entre nove diferentes shows de rock. Essa é a temática deste longa, no qual os atores protagonistas toparam fazer as cenas de sexo de forma verdadeira. Filme para agradar em cheio quem aprecia sexo e boa música.

Título Original: 9 Songs
Ano: 2004
Direção: Michael Winterbottom

Copyright foto: Reprodução YouTube

Bruna Surfistinha

Débora Secco vive a protagonista do filme erótico Bruna Surfistinha.


Protagonizado pela atriz Débora Secco, o filme conta a história real de uma garota de programa que ficou famosa após lançar um blog onde dava notas à performance sexual do incontável número de parceiros sexuais que passaram por sua cama.

Título Original: Bruna Surfistinha
Ano:2011
Direção: Marcus Baldini

Copyright foto: Reprodução IMDb

50 Tons de Cinza

50 Tons de Cinza: depois do sucesso do livro, um filme cheio de erotismo.

Baseado no livro homônimo de E. L. James, o filme tem a vantagem de mostrar as cenas eróticas que, durante a leitura, só podem ser imaginadas. Destaque para o ator irlandês Jamie Dornan, que arrancou suspiros vivendo o bilionário Christian Grey, responsável pelos jogos sexuais com a jovem estudante de literatura Anastasia Steele, interpretada por Dakota Johnson.
  
Título Original: Fifty Shades of Grey
Ano: 2015
Direção: Sam Taylor-Johnson

Copyright foto: Reprodução IMDb

Transa 3D

Cenas de sexo a três do filme Transa 3D causou polêmica no mundo inteiro.

A história de um americano que vive em Paris um relacionamento nada estável com sua namorada. A história atinge o auge do erotismo quando o casal protagonista convida a bela vizinha para compartilhar a cama. O filme causou polêmica e chocou por mostrar, de forma tão explícita, uma relação sexual entre um homem e duas mulheres.
 
Nome Original: Love (3D)
Ano: 2015
Direção: Gaspar Noé

Copyright foto: reprodução cena do filme

Publicado por . Última modificação: por oRedacao.

Este documento, intitulado 'Veja a seleção de 10 filmes eróticos para assistir a dois', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o A Revista Da Mulher (https://www.arevistadamulher.com.br/) ao utilizar este artigo.
Adicionar comentário

Comentário

Comentar a resposta do usuário anônimo