0
Obrigado

Donna Karan deixará a direção criativa de sua marca

Estilista norte-americana anunciou que sairá da Donna Karan International para se dedicar à sua outra grife de roupas, Urban Zen

A estilista Donna Karan irá se dedicar à sua outra grife de roupas, Urban Zen, e também à fundação filantrópica que leva o nome da marca.


Após mais de 30 anos no mercado fashion, Donna Karan anunciou nesta terça-feira (30)  que deixará a direção criativa de sua marca. Em um comunicado à imprensa americana, a designer de 66 anos explicou que sairá da Donna Karan International para se dedicar à sua outra grife de roupas, Urban Zen, e também à fundação filantrópica que leva o mesmo nome. 

“Cheguei a um ponto em minha vida em que preciso gastar mais tempo para seguir com o meu compromisso com a Urban Zen em seu potencial pleno e seguir minha visão de filantropia e comércio com foco em cuidados de saúde, educação e preservação de culturas”, explicou a estilista. De acordo com ela, a decisão foi tomada junto com o grupo francês LVMH, que controla a DKI desde 2001, ano da morte de seu marido, Stephan Weiss, com quem Karan fundou a grife em 1984.

“Donna Karan é uma parte de mim, o passado, o presente e o futuro. Quero expressar minha gratidão e meus sentimentos sinceros a todos os colegas que ajudaram a levar a Donna Karan New York para além de meus sonhos mais loucos ao longo desses anos”, declarou a designer, acrescentando que continuará como conselheira do grupo DKI

Com a saída da estilista, o LVMH informou que não irá procurar um substituto para o cargo imediatamente e optou por “suspender desfiles e coleções da marca por enquanto”, determinação que engloba a marca DKNY – cuja direção criativa está sob comando da dupla Dao Yi-Chow e Maxwell Osborne desde abril. Sendo assim, a grife ficará fora da temporada de primavera-verão 2016 da Semana de Moda de Nova York, que acontece em setembro. 

Copyright foto: SIPANY/SIPA
Este documento, intitulado 'Donna Karan deixará a direção criativa de sua marca', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o A revista da mulher (www.arevistadamulher.com.br) ao utilizar este artigo.