0
Obrigado

Dez dicas para que seu filho coma de tudo

Não é sempre fácil fazer com que as crianças comam de tudo. Muito cedo, elas já conhecem seus alimentos preferidos e não gostam de mudar. No entanto, para despertar as papilas e desenvolver o paladar de seu filho é preciso propor legumes desde a tenra idade

Seu filho recusa certos alimentos? Saiba como ensiná-lo a comer de tudo.

1. Legumes na mamadeira
A partir dos seis meses de idade, você pode começar a introduzir um pouco de caldo de legumes e em seguida uma colher de purê na mamadeira. O importante é não precipitar o bebê e ir aos poucos. Querer ir rápido demais pode provocar uma rejeição por parte da criança, por isso, dê tempo ao tempo.

2. Não force o bebê se um sabor não lhe agrada
Se o seu bebê não aprecia um sabor, não insista e deixe para tentar novamente dentro de algumas semanas. É a melhor maneira de não criar rejeição ou oposição sistemática à refeição.

3. Faça concessões
Utilize o princípio da troca: “Aceito que você coma tal sobremesa em todas as refeições, mas só se você experimentar de novo este legume”. Quando seu filho pede fervorosamente um alimento, é uma oportunidade de satisfazê-lo, mas somente depois que ele tiver experimentado algo de novo ou comido alguns alimentos pouco apreciados.

4. Pense de maneira “lúdica”
O apetite surge...vendo! Um prato bem apresentado, com cores variadas e, sobretudo, com um grafismo simpático, será bem apreciado. Utilize formas de tamanhos diferentes para recortar legumes 100% originais! Você também pode se divertir desenhando bonecos com molho de tomate, maionese ou com os ingredientes do prato.

5. A arte de camuflar
Use e abuse da arte de camuflar para dar de comer legumes ao seu filho. Coloque, por exemplo, pedaços de legumes nas almôndegas ou bata-os num molho. Você também pode apresentá-los numa panqueca ou no formato de um bombom. Se o seu filho adora o purê, mas não gosta de peixe, pense em preparar um escondidinho de peixe!

6. Prepare “surpresinhas”
Faça mini porções, que deverão ser comidas uma atrás da outra, em formatos divertidos: xícaras, portas-ovo, ramequins... Depois de comer cada um dos mini pratos, a criança terá direito à “surpresinha”. A surpresa é um verdadeiro petisco, que ela só descobre no final. Essa é uma boa maneira de oferecer um novo alimento ou dar de comer legumes.

7. Invente histórias
Uma criança ocupada é uma criança que não se opõe. Assim, para divertir a criança, por que não tentar uma história? Experimente ler Uma Sopa 100% Bruxesca, da Cia das Letrinhas, que conta que a sopa preparada pela bruxa é tão mágica que faz a Chapeuzinho Vermelho ficar forte e brigar com o lobo; ou 10 Contos para Abrir o Apetite, da Ed. Ciranda Cultural, no qual encontramos histórias que falam sobre os alimentos e deixam toda a garotada com fome. 

8. Varie as formas
Ele não gosta de beterraba crua? E se você tentasse oferecê-las na forma de chips? Ela detesta cenoura? Por que não recortá-las em forma de tagliatelles ou de fritas? Foi comprovado que é preciso oferecer, em média, sete vezes um novo alimento a uma criança até ela aceitá-lo. Não hesite em variar as formas de apresentação.

9. Dê o exemplo
É claro que se o seu filho vir os pais fazendo careta diante do seu prato de vagem, isso não vai incitá-lo a comer. Coma, portanto, regularmente legumes (e com vontade, por favor!).

10. Cozinhem juntos
Para fazer com que as crianças apreciem os legumes, nada melhor do que lhes falar das estações, levá-las a uma horta ou colherem juntos os legumes que vão ser usados para preparar a refeição. Em seguida, cozinhem juntos. Seu filho estará mais aberto à ideia de degustar aquilo do qual se sente orgulhoso de ter preparado sozinho.

Copyright foto: iStock
Este documento, intitulado 'Dez dicas para que seu filho coma de tudo', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o A revista da mulher (www.arevistadamulher.com.br) ao utilizar este artigo.