0
Obrigado

Entrevista: Dan Stevens não quer ser chamado de Fera

Por Eva Carducci

Par romântico de Emma Watson em A Bela e a Fera, o ator fala sobre seu papel no novo live-action da Disney que chega aos cinemas em 16 de março

Dan Stevens interpreta a temida Fera na nova versão do clássico da Disney.


Do contexto dramático de Downton Abbey ao universo mágico da Disney, a carreira de Dan Stevens está em plena ascensão. Além de ser uma das estrelas da nova versão de A Bela e a Fera, ao lado de Emma Watson, o ator também segue em evidência na televisão por ser o protagonista da série Legion, atração baseada nos quadrinhos dos X-Men e transmitida no Brasil pelo canal FX.

Dono de olhos azuis penetrantes e um sorriso sincero, Dan divide os trabalhos em Hollywood com a rotina de sua vida pessoal ao lado da esposa, Susie Hariet, e de seus dois filhos, Willow e Aubrey Stevens. Em entrevista concedida durante a première de A Bela e a Fera em Londres, o ator de 34 anos falou sobre seu papel de Fera no aguardado filme da Disney, que chega aos cinemas no dia 16 de março. Confira:

Entrevista com Dan Stevens

Como foi interpretar dois papéis tão diferentes, de Fera e de príncipe?

Na verdade, eles são semelhantes de um certo ponto de vista. Ambos são mutantes, se pensarmos bem.

Qual a relação que você tem com o clássico A Bela e a Fera de 1991?

Eu juro, eu nunca vi! Obviamente, eu estou brincando! Eu tinha oito anos e me lembro de ter cantado ou pelo menos cantarolado toda a trilha sonora durante dias. Em pouco tempo,  a animação se tornou um clássico, um verdadeiro musical em desenho animado, e é claro que levamos isso em conta quando trabalhamos na versão live-action.

Se tivessem te oferecido um papel em uma versão em que a Fera é uma mulher e a Bela é um menino, você teria aceitado?

Claro, por que não?! Seria muito interessante e eu gostaria de saber como eles mudariam a dinâmica. E eu adoraria fazer esses papéis sempre ao lado de Emma Watson.

E se você pudesse interpretar outro personagem no filme, quem você escolheria?

Provavelmente Lumière, ele é muito divertido e tem as melhores canções do filme.

Na sua opinião, qual é o ponto mais forte desta nova versão da história de A Bela e a Fera?

Eu acho que um dos aspectos fundamentais do filme é sempre querer mostrar o lado humano da Fera, indo contra as aparências, penetrando na alma humana. Acho que é um conceito atemporal e moderno.

Uma pergunta mais superficial: o que você mais gostou no figurino do príncipe?

Você quer dizer aquele no início, quando apareço com o rosto sujo de tinta? Esse sim foi bom de usar. Já o que eu usei para interpretar a Fera? Eu não recomendaria nem para o meu pior inimigo. Era desconfortável, eu não podia nem mesmo me curvar.

Copyright foto: Birdie Thompson/SIPA

Este documento, intitulado 'Entrevista: Dan Stevens não quer ser chamado de Fera', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o A revista da mulher (www.arevistadamulher.com.br) ao utilizar este artigo.