0
Obrigado

Algumas palavras de agradecimento nunca são demais.

Assassinato do herdeiro da Gucci vai virar filme

A história de Maurizio Gucci, neto do fundador da marca, será a trama do novo longa dirigido por Wong Kar-Wai

Crime marcou a história da Gucci, marca italiana fundada em 1921.

 

A trágica morte do herdeiro de um dos impérios da moda mundial vai se transformar em filme. O diretor Wong Kar-Wai comandará o projeto que mostrará os mistérios envolvidos no assassinato de Maurizio Gucci, herdeiro da marca italiana Gucci. O homicídio aconteceu em 1995 e foi encomendado pela ex-mulher do executivo, Patrizia Reggiani.

A ideia de um longa sobre o tema já circulava em Hollywood há alguns anos. Já houve até boatos de que o projeto seria encabeçado por Ridley Scott, com Angelina Jolie, Leonardo DiCaprio e Penélope Cruz no elenco. Em 2007, a família Gucci fez de tudo para acabar com a possível produção do filme, afinal, é um lado sombrio da label que a família pretendia esquecer. 

Mas, ao que tudo indica, agora, o longa sairá do papel. Ainda são poucas as informações sobre o novo filme, mas especula-se que a atriz Margot Robbie tenha recebido convite para estrelar a produção. Conhecido pelas produções Um Beijo Roubado e O Grande Mestre, o cineasta de Hong Kong estará à frente do longa, ainda sem previsão de estreia ou início das filmagens.

Em 1995, Maurízio Gucci foi baleado por um atirador desconhecido em Milão, logo após ter vendido sua parte na empresa por cifras milionárias. Sua ex-mulher, Patrizia, confessou o crime e foi condenada a 26 anos de prisão, mas acaba de receber três anos de liberdade condicional após passar mais de 17 anos atrás das grades. 

 

Maurizio Gucci, morto em 1995 a mando da mulher.

 

Copyright foto: Swan Gallet/WWD/Shutter/FOTOGRAMMA/SIPA

Publicado por . Última modificação: por oRedacao.

Este documento, intitulado 'Assassinato do herdeiro da Gucci vai virar filme', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o A Revista Da Mulher (https://www.arevistadamulher.com.br/) ao utilizar este artigo.
Adicionar comentário

Comentário

Comentar a resposta do usuário anônimo