0
Obrigado

Algumas palavras de agradecimento nunca são demais.

Michelle Williams pode viver Janis Joplin nos cinemas

Atriz está em negociações para assumir o papel principal de uma cinebiografia sobre a cantora que foi ícone do rock nos anos 1960

Michelle Williams é a favorita para viver a cantora Janis Joplin nos cinemas.


Depois de interpretar a diva Marilyn Monroe, Michelle Williams pode viver mais um grande ícone feminino nas telonas. Aos 36 anos, a atriz norte-americana está em negociações para estrelar a cinebiografia sobre a cantora Janis Joplin, que se tornou uma das maiores lendas do rock dos anos 1960.

De acordo com o site The Hollywood Reporter, o filme será dirigido pelo novato Sean Durkin e terá como base o livro Love, Janis, escrito pela irmã da roqueira, Laura Joplin. Lançada em 2005, a obra é baseada em cartas que a cantora enviou para a família e amigos, e mostra a história da jovem que saiu de pequenos bares locais para comandar o palco do famoso festival de Woodstock, tendo que lidar com a fama repentina e o vício em álcool e drogas.

Os estúdios de Hollywood estão há décadas tentando desenvolver um filme sobre Janis Joplin e tudo indica que o projeto deve finalmente sair do papel. Antes de Michelle Williams, atrizes como Renée Zellweger, Amy Adams e Zooey Deschanel foram sondadas para o posto de protagonista. 

Figura icônica da música mundial, Joplin morreu em 1970, aos 27 anos, em decorrência de uma overdose de heroína. Em sua curta carreira, a cantora lançou apenas três álbuns de estúdio e emplacou hits como "Piece of My Heart", "Me and Bobby McGee" e "Cry Baby". Um quarto disco, intitulado Pearl, foi divulgado três meses após sua morte.

Copyright fotos: Joanne Davidson/SilverHub/SIPA e Anonymous/AP/SIPA

Publicado por . Última modificação: por oRedacao.

Este documento, intitulado 'Michelle Williams pode viver Janis Joplin nos cinemas', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o A Revista Da Mulher (https://www.arevistadamulher.com.br/) ao utilizar este artigo.
Adicionar comentário

Comentário

Comentar a resposta do usuário anônimo