5
Obrigado

Algumas palavras de agradecimento nunca são demais.

Sexo e comida: que tal temperar a relação sexual com alimentos?

Veja dicas e cuidados para usar comidas como chantili, morango ou caldas e apimentar a relação sexual. Um fetiche apreciado por muitos casais

Morango e chantili: uma combinação perfeita na hora do sexo.


Sexo e comida têm uma relação muito próxima. Desde que o mundo é mundo, se fala em alimentos afrodisíacos, como comprovam alguns registros históricos. Na literatura e no cinema, não faltam momentos em que os personagens lançam mão de comida não para alimentar o corpo, mas para temperar o momento de prazer. 

No clássico dos clássicos do cinema erótico, 9 Semanas e Meia de Amor (9 1/2 Weeks, Adrian Lyne, EUA, 1986) Mickey Rourke e Kim Basinger inspiraram e inspiram gerações na cena de sexo usando de mel a cereja em calda (veja vídeo no fim do artigo). Mas será que isso é algo considerado ‘normal’? Segundo especialistas, usar comida na hora do sexo não é uma parafilia (comportamento sexual fora dos padrões) e sim uma fantasia que alguns casais põem em prática. 

“Não há nenhuma restrição em usar comidas para esfregar no corpo do parceiro, desde que se tomem algumas precauções semelhantes às tomadas em relação a alguns alimentos e contato com a pele”, explica o médico ginecologista e especialista em sexualidade, Marino Pravatto Júnior.  

O médico alerta, por exemplo, que ninguém deve passar um abacaxi no pênis do parceiro quando se estiver sob o sol. E nem colocar pimenta na vagina da parceira. Abacaxi é ácido (como limão e outras frutas cítricas) e queima sob o sol e pimenta pode queimar a pele. Logo, os mesmos cuidados que se teria com qualquer parte do corpo.

Alimentos para o sexo ficar mais gostoso

Em se tratando do fetiche de usar comida durante o sexo, são os alimentos doces e as frutas que mais fazem sucesso. Morango, cereja, frutas em calda – principalmente pêssego em calda – estão entre as comidas mais excitantes para brincar durante o sexo. 

Também os alimentos líquidos e pastosos agradam em cheio quem quer botar em prática a fantasia sexual de lambuzar a parceira ou parceiro. Veja a seguir algumas dicas para se deliciar duplamente quando transar usando comidinhas.

  • Comece pela boca. Ative as papilas gustativas colocando cerejas, uvas (de preferência sem caroço) ou morangos um na boca do outro. Pode-se alimentar o parceiro com as mãos ou dando a fruta na própria boca. Mordam juntos e aproveitem para se beijar;

  • Doce cobertura. Melchantili, leite condensado e qualquer outra calda dão não só sabor, mas consistência melada para lá de excitante. Passe nos órgãos genitais e aproveite para oferecer um delicioso sexo oral ao companheiro ou à companheira;

  • Local sem neuras. Claro que o sexo na cozinha fica mais divertido quando se brinca com comida, mas se quiser levar a fantasia para a cama, talvez seja melhor colocar um bom protetor de colchão por baixo do lençol e evitar preocupar-se com as manchas na roupa de cama;

  • Higiene. Uma dica importante é estar asseado antes de brincar com a comida. Usar alimentos para disfarçar alguns odores desagradáveis pode piorar ainda mais a situação. 


Copyright fotoe vídeo: iStock; Youtube

Publicado por . Última modificação: por oRedacao.

Este documento, intitulado 'Sexo e comida: que tal temperar a relação sexual com alimentos?', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o A Revista Da Mulher (https://www.arevistadamulher.com.br/) ao utilizar este artigo.
Adicionar comentário

Comentário

Comentar a resposta do usuário anônimo