0
Obrigado

Algumas palavras de agradecimento nunca são demais.

Estudo mostra que obesidade reduz em até 10 anos a expectativa de vida

De acordo com dados publicados na revista médica "The Lancet", somente o fato de estar acima do peso considerado ideal já diminui pelo menos 1 ano de vida

Estudo derruba informações anteriores de que o sobrepeso leve não seria prejudicial.


Não é novidade alguma que estar acima do peso é prejudicial à saúde. O que não se sabia é que a obesidade pode reduzir em até 10 anos a expectativa de vida de uma pessoa. E foi justamente este o resultado de um estudo publicado na revista médica "The Lancet", que fez uma relação completa entre o excesso de peso e a longevidade de uma pessoa. 

A ampla pesquisa, que foi considerada o maior conjunto de dados sobre excesso de peso e mortalidade já reunido, contradiz estudos anteriores que afirmavam que alguns ‘quilinhos’ a mais não eram prejudiciais à saúde. Nestes estudos, especialistas apontaram várias evidências de que a obesidade aumenta "de forma gradual e acentuada" o risco de morrer antes dos 70 anos na medida em que o peso aumenta. 

Apenas o fato de estar poucos quilos acima do pesoreduz pelo menos um ano de vida; enquanto as pessoas "moderadamente obesas" perdem cerca de três anos. "Esse estudo mostra, definitivamente, que o excesso de peso e a obesidade estão associados a um risco de morte prematura", afirmou Emanuele Di Angelantonio, da Universidade de Cambridge (Reino Unido) e líder da pesquisa, em entrevista à agência de notícias AFP.

O estudo

Para elaborar o estudo foi preciso contar com uma equipe internacional de pesquisadores, que selecionaram as informações a partir de mais de 10,6 milhões de participantes em 239 grandes pesquisas que já haviam sido realizadas entre 1970 e 2015. Eles contemplam 32 países na América do Norte, Europa, Austrália, Nova Zelândia e no leste e no sul da Ásia. 

Ficou ainda mais claro que o excesso de peso, ainda que leve, aumenta drasticamente os riscos de se desenvolver doença cardíaca coronária, acidente vascular cerebral (AVC), doenças respiratórias e até câncer.

É importante lembrar que a Organização Mundial de Saúde (OMS), aponta como padrão um Índice de Massa Corporal (IMC) de 18,5 a 24,9. Pessoas com o índice entre 25 e 29,9 são consideradas com excesso de peso, enquanto aquelas entre 30 a 34,9 possuem obesidade moderada. Já indivíduos cujo índice está entre 35 e 39,9 apresentam obesidade severa e, acima de 40, obesidade mórbida. 

A própria OMS afirmou em 2014 que mais de 1,9 milhão de adultos em todo o mundo estavam acima do peso. Destes, mais de 600 milhões eram obesos.

Copyright foto: iStock

Publicado por . Última modificação: por oRedacao.

Este documento, intitulado 'Estudo mostra que obesidade reduz em até 10 anos a expectativa de vida', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o A Revista Da Mulher (https://www.arevistadamulher.com.br/) ao utilizar este artigo.
Adicionar comentário

Comentário

Comentar a resposta do usuário anônimo