1
Obrigado

Igualdade de gêneros também é papo de homem

O documentário "Precisamos falar com os homens? Uma jornada pela igualdade de gênero", produzido pelo site Papo de Homem, chama os homens para reflexão sobre o papel deles no combate ao machismo

Um adas cenas do documentário que trata a igualdade de gêneros, produzido pelo Papo de Homem.


As mulheres estão na rua. O movimento já apelidado de 'neofeminismo' tem sido marcado desde por manifestações na rua contra a cultura do estupro, até publicações como a revista AzMina ou canal Jout Jout Prazer no YouTube, que difundem informações e alertas sobre a questão da igualdade de gêneros no Brasil e no mundo.

Mas diante do machismo, os homens teriam outro papel que não o de opressores nas discussões em torno do feminismo? Para a turma do site Papo de Homem, um dos pioneiros no tratamento de temas tabus aos homens - como sensibilidade e posturas antimachistas - se os homens são parte do problema, eles também devem ser parte da solução.

Segundo Guilherme Valadares, fundador e editor-chefe do portal, vivemos num país de herança cultural patriarcal com 95 milhões de homens. Mais do que isso, o machismo é estrutural, afetando homens e mulheres. 

"No entanto, o feminismo ressurgiu com uma força sem precedentes, acelerando uma bem-vinda e necessária mudança nos papéis de gênero, que é benéfica não só para as mulheres, mas também para os próprios homens. Afinal, igualdade de gênero passa por liberdade e escolha", comenta o fundador e editor-chefe do Papo de Homem.

Para Guilherme, fica claro que há grande diferença na postura e visão dos homens sobre o que eles esperam de uma mulher. Dependendo de onde vive, como foi criado e influências, suas expectativas em um relacionamento são distintas.

Documentário sobre igualdade de gêneros

O tema latente não é apenas questão de mulheres. Caso exista uma diferença entre o movimento feminista atual e os de ouros tempos, é justamente o fato de as representantes atuais do feminismo serem favoráveis a darem os braços aos homens na luta contra o abismo que existe entre a dinâmica social brasileira e a igualdade de gêneros.

Para tentar encurtar  distância entre homens e mulheres, um projeto que começou em 2015 e foi finalizado este ano, consiste na produção do documentário "Precisamos falar com os homens? Uma jornada pela igualdade de gênero", uma iniciativa conjunta entre o Papo de Homem e a ONU Mulheres, viabilizada pelo Grupo Boticário. (Veja o trailer abaixo)


"O projeto partiu da questão: como podemos envolver mais homens no movimento pela igualdade de gênero? Começamos primeiro para tentar conciliar o entendimento sobre o que seria igualdade de gêneros.  Precisa ficar claro que o termo não passa por imposições é sobre flexibilizar noções antigas de como devemos nos comportar”, afirma Guilherme. 

Para realizar o documentário, a equipe percorreu vários pontos do Brasil. Para investigar a questão sobre igualdade de gêneros, os produtores foram para  Recife, Rio de Janeiro e São Paulo (capital e interior), em busca de histórias e iniciativas inspiradoras.

“Alcançar igualdade passa por olhar para mulheres e homens, na vida real. Ler artigos e postar 'textões' de desabafo no Facebook não basta. Por isso fomos pra rua. A discussão beneficia mulheres e homens. Ambos têm a ganhar”, ressalta Valadares.

Copyright foto: Reprodução do trailer do documentário
Este documento, intitulado 'Igualdade de gêneros também é papo de homem', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o A revista da mulher (www.arevistadamulher.com.br) ao utilizar este artigo.