O personal diet é a mais nova arma para perder peso com eficácia

Metas e orientação psicológica são as técnicas do coach de emagrecimento, ou personal diet, na busca pela satisfação com o corpo

Personal dieta: além de dietas e programa de treino, profissional ajuda com orientação psicológica.


É muito comum entre quem quer emagrecer lançar mão de tudo: desde dietas da moda até remédios para emagrecer.  Partindo de um acompanhamento individual que vai além de prescrição de dietas ou treinos, o personal diet surge como um coach de emagrecimento, usando técnicas de gestão e orientação psicológica rumo ao corpo ideal.
 
“O trabalho de coach (personal diet) é um trabalho de adestramento mesmo. Colocando metas a serem seguidas e orientando como isso será feito. Acontece que esse adestramento falha, quando existem questões não só comportamentais, mas de fundo emocional a serem tratadas”, explica a psicóloga especialista em emagrecimentos, Michele Intrator.
 
Através de sua própria experiência – emagreceu 15 quilos através de hábitos alimentares saudáveis e rotina de atividades físicas – a psicóloga criou o projeto S.O.P.A - Serviço de Orientação Psicológica e Acompanhamento para o Emagrecimento, através do qual faz o trabalho de personal diet.
 

Promover mudanças: o foco dos personal diet

Aliar uma alimentação equilibrada a atividades físicas rotineiras.  Essa é a fórmula nada secreta de qualquer projeto de emagrecimento. Mas, se todo mundo conhece a fórmula, por que é tão difícil emagrecer? O papel do personal diet é justamente reconhecer que a mente é o ponto chave das dificuldades em se chegar ao peso ideal.
 
Um personal diet vai dar foco em mudanças superficiais e profundas.
As mudanças superficiais seriam as relacionadas aos hábitos, à rotina, como as dietas e os programas de treino.  Já as mudanças profundas são trabalhadas no reconhecimento de fatores mentais, emocionais e psicológicos que levam muitas pessoas a sabotarem o processo de emagrecimento.
 
"Tenho uma paciente que passou fome na infância. Na idade adulta, não conseguia recusar comida. Diante deste diagnóstico, não basta apenas prescrever uma dieta. É preciso tratar as questões psicossomáticas antes, se não ela jamais conseguiria emagrecer”, ressalta a criadora do S.O.P.A.
 
Ao mesmo tempo, quando chega um paciente deprimido, mas que está levando uma dieta sem carboidratos, a personal diet não trata o caso como um problema psicológico "Ali existe uma reação química do organismo. Então, eu sei que algumas reações são orgânicas, outras emocionais", completa Michele.
 

Orientação baseada em metas

Outro aspecto do trabalho de personal diet é o respeito ao indivíduo. Por exemplo, uma pessoa que já tenha frequentado os Vigilantes do Peso pode seguir o programa com mais facilidade, pois sabe praticamente a dieta de cor e gosta da metodologia deste sistema. O personal diet, neste caso, vai ajudar a desmistificar pensamentos que atrapalham o emagrecimento definitivo.
 
As consultas também podem ser feitas pela internet, o que facilita a vida de quem não tem muito tempo para se deslocar. Recomenda-se pelo menos 12 sessões com o personal diet a fim de se alcançar sucesso com o emagrecimento.
 
“Há dias em que vamos sair da dieta, ou não vamos fazer o exercício por preguiça. Isso é natural. Mas também há os ‘desvios’ frequentes, em função de alguma questão mais profunda e importante de ser trabalhada no âmbito psicológico”, ressalta a psicóloga Michele Intrator.
 
Copyright foto: iStock. 
Este documento, intitulado 'O personal diet é a mais nova arma para perder peso com eficácia', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o A revista da mulher (www.arevistadamulher.com.br) ao utilizar este artigo.