Saiba como as cotas de viagem se tornaram opções de presentes de casamento

Os convidados podem ajudar na viagem, contribuindo com valores que vão ajudar o casal a transformar o sonho da lua de mel em realidade

Com as cotas de viagem, o casal pode realizar a viagem dos sonhos após o casamento.


Enquanto alguns casais preferem escolher eletrodomésticos, móveis e artigos de decoração como presentes de casamento, outros, que já moram junto e tem a casa montada, preferem outras opções de listas de casamento. Entre as mais procuradas estão as cotas de viagem que possibilitam aos noivos a realizar a tão sonhada lua de mel com a ajuda dos convidados.

A cerimonialista Eliana Moreira afirma que as cotas de lua de mel são excelentes alternativas para os noivos que desejam arrecadar dinheiro para sua viagem. “Com isso, é possível criar uma lista que será disponibilizada como presentes de casamento virtual, onde os convidados podem comprar uma ou mais cotas e os noivos recebem o valor em dinheiro”, explica. 


Como funciona? 

Ao contrário do que muitos pensam, esta cota não define o destino da viagem: os noivos geralmente fazem a escolha de acordo com a vontade e o montante reservado para a lua de mel junto com o dinheiro das cotas adquiridas pelos convidados. A escolha do destino da lua de mel é feita pelos próprios noivos. 

“O casal vai até a agência de turismo e reserva sua viagem. Depois disso, é aberta uma página especial na Internet, contando um pouco da história de ambos. Assim, os convidados têm a opção de presentear os noivos colaborando com o programa de viagem de lua de mel como presente”, completa Eliana. 

Os convidados ficam sabendo das cotas como presentes de casamento da forma tradicional, ou seja, com uma tag anexada ao convite, informando a agência de viagens e o site onde poderão contribuir com a viagem dos noivos. A maioria dos casais também contrata assessorias que realizam serviços de RSVP, que podem reforçar a mensagem na confirmação das presenças na cerimônia. 

Valores mínimos

A agente Elaine Leão Matias, da Atelier Viagens, esclarece que os valores de cada uma das cotas de presentes de casamento fica a critério do casal. “Como quem conhece o poder aquisitivo dos convidados são os noivos, eles definem o valor, podendo começar com R$ 100,00 e lotes que chegam até o valor máximo que eles mesmos definem. Geralmente aconselhamos cinco valores diferentes de cotas”, diz. 

Muitos noivos estão inovando e até batizando as cotas: Felicidade por 100 reais, Amor por 250,00 e até mesmo União por R$ 300,00.  Outros já trazem a viagem para a realidade dos convidados, fazendo-os embarcar neste sonho junto com o casal. Em alguns sites de presentes de casamento, é possível encontrar cotas de Passeio de Barco por R$ 150,00 ou Jantar a beira-mar por R$ 200,00. 

Não há desvantagens neste tipo de modalidade, já que os noivos recebem todo montante dos convidados para a viagem de lua de mel. Como este serviço fica sob a responsabilidade de uma agência de turismo, o casal pode focar em outros planejamentos que o casamento exige. 

Se o valor arrecadado não atingir o pacote escolhido, o casal complementa o orçamento para viagem; se ultrapassar, os noivos poderão investir em alguns luxos, como aluguel de carro, melhores hotéis, passeios, entre outros. Durante o planejamento das bodas, a operadora de turismo vai prestando contas ao casal sobre os valores arrecadados. Se preferirem, os noivos podem receber os valores em sua própria conta corrente. 
 
Copyright foto: iStock
Este documento, intitulado 'Saiba como as cotas de viagem se tornaram opções de presentes de casamento', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o A revista da mulher (www.arevistadamulher.com.br) ao utilizar este artigo.