0
Obrigado

Prático e funcional: consultora ensina a fazer o armário cápsula

O tempo para se arrumar diminui, as compras passam a ser conscientes e o bolso agradece

Organizar o armário de acordo com o estilo pessoal é o primeiro passo.


Quem nunca esqueceu peças antigas e até recém-compradas dentro do armário? Para evitar este desperdício, existe uma solução: está em alta o chamado armário cápsula, uma forma simples e super fácil de usar todas as roupas, sapatos e acessórios em looks variados e por muito mais tempo.

Segundo a consultora de imagem Rachel Jordan, montar um armário cápsula não é complicado, mas para quem ainda não tem um estilo definido, procurar uma profissional é um custo que vale a pena. Ela vai ajudar na descoberta de cada pessoa e selecionar peças-coringa para ter sempre no guarda-roupa.

No início, montar um armário cápsula pode parecer difícil , já que muitas peças vão sair dali para doação ou venda, simplesmente porque não servem mais ou não combinam com um determinado estilo. Mas, com o tempo, organizar as roupas com esse método prático e pra lá de funcional pode ajudar (e muito) as mulheres a se arrumarem mais rápido e se sentirem mais seguras.

Defina seu estilo

Todo mundo tem um estilo único, mas muitas mulheres ainda desconhecem o seu e por isso têm peças no armário que nunca vão usar, que acabaram comprando por impulso e sem orientação. Na falta de um serviço de consultoria de imagem, buscar referências em perfis do Instagram, no Pinterest ou em sites de street style pode ajudar a entender melhor os gostos e objetivos da imagem que se quer passar para o mundo.

Então, antes de começar a montar um armário cápsula, a dica é entender seu estilo pessoal, as cores que mais agradam e que servirão como base para montar looks variados. "Basta ter criatividade, saber o que lhe veste bem, como combinar e adequar as peças", explica a especialista.

Respeite sua realidade

Antes de iniciar a escolha das peças, é preciso entender e respeitar o ambiente e a vida que se vive. Não adianta querer andar no maior salto agulha, se na realidade o caminho feito diariamente é longo e quase que sempre a pé. Os sapatos mais usados neste caso podem ser de salto, mas confortáveis. 

Na hora de escolher as peças, prefira tons neutros, como vinho, cinza, preto, branco e terrosos como base. Não existe um número padrão para a seleção de roupas e acessórios, mas já que o objetivo é manter um armário compacto e funcional, o ideal seria em torno de 40 peças. Todas ou grande parte delas devem ser usadas umas com as outras, aumentando sempre a possibilidade de criar mais e mais combinações. Para isso, a recomendação é que cada parte de baixo deve ter 5 opções de blusas que combinem com ela.

Manter o foco nas cores lisas e em cortes clássicos garante mais opções de looks e tempo da peça no armário, mesmo em outras estações. São as chamadas atemporais. "Esse tipo de roupa não sai de moda e é eternamente perfeito para a montagem de um armário cápsula", ensina a consultora.


Atualize o armário

O armário cápsula deve ser revisado sempre que houver mudança de estação. Rachel explica que essa alteração não precisa ser radical e nem seguir as tendências da última moda. A ideia é explorar os tons e tipos de tecidos da estação, sem deixar o estilo de lado. "Cada estação tem suas particularidades de tecidos, cores, e texturas.", explica.

É importante lembrar também que o verão de uma cidade, por exemplo, pode ser bem mais intenso do que de outra. E a partir daí se estipula a quantidade de peças que cada mulher precisa ter no armário. Não faz sentido ter milhares de calças, se na cidade o que mais se usa é short e saia, e vice-versa.

Copyright foto: iStock
Este documento, intitulado 'Prático e funcional: consultora ensina a fazer o armário cápsula', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o A revista da mulher (www.arevistadamulher.com.br) ao utilizar este artigo.