0
Obrigado

Roteirista questiona discurso de Sam Smith e pede que cantor pare de assediar seu noivo

Músico levou a estatueta de Melhor Canção Original por "Writing's on the Wall", trilha do último filme de James Bond, "007 - Contra Spectre "

Sam Smith se envolve em polêmica após discurso no Oscar.


Ao receber o Oscar de Melhor Canção Original por Writing's on the Wall, trilha do último filme de James Bond, 007 - Contra Spectre, o cantor Sam Smith subiu ao palco e fez um discurso em homenagem à comunidade LGBT: “Eu li um artigo que dizia que nenhum homem gay assumido havia ganhado um Oscar e, se esse é o caso, eu quero dedicar esse Oscar para a comunidade LGBT de todo o mundo”. O problema é que ele não foi o primeiro homem gay a ganhar o Oscar e o assunto virou polêmica.

O roteirista Dustin Lance, homossexual assumido e vencedor do Oscar de Melhor Roteiro Original por Milk: A Voz da Igualdade (2008), criticou o cantor no Twitter: “Ei, se você não tem ideia de quem eu sou, talvez seja hora de parar de mandar mensagens para o meu noivo”. O noivo em questão é Tom Daley, 21, famoso atleta britânico de saltos ornamentais.

Dustin continuou alfinetando Sam: “O ponto é que nossa história LGBT é importante. Nós nos apoiamos nos ombros de incontáveis homens e mulheres corajosos que abriram o caminho para nós”, fazendo referência ao filme que lhe rendeu um Oscar. 

Além de Dustin, outros homossexuais também já ganharam o Oscar. Elton John venceu na categoria Melhor Canção Original com "Can You Feel the Love Tonight", do clássico filme O Rei Leão, em 1994. Doze anos depois, Melissa Etheridge, cantora e compositora norte-americana, recebeu o Oscar por "Need to Wake Up", presente no filme Uma Verdade Inconveniente.

Sam Smith respondeu às criticas de Dustin no Twitter: "Estou muito de ressaca. Genuinamente parece um sonho. Segundo homem abertamente gay a ganhar o Oscar, ou o terceiro, ou quarto, ou centésimo… Esse não era meu ponto. Meu ponto era botar luz na comundiade LGBT que eu amo encarecidamente”. E continuou:  “Desculpe pela confusão @DLanceBlack, ficarei mais atento aos seus filmes agora. E parabéns atrasado pelo seu Oscar“.

Copyright foto: Dan Steinberg/AP/SIPA
Este documento, intitulado 'Roteirista questiona discurso de Sam Smith e pede que cantor pare de assediar seu noivo', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o A revista da mulher (www.arevistadamulher.com.br) ao utilizar este artigo.