2
Obrigado

Algumas palavras de agradecimento nunca são demais.

Febre em bebês: possíveis causas e como baixar a temperatura das crianças

Veja as principais doenças que levam ao aumento de temperatura e algumas medidas paliativas para baixar a febre em bebês

Febre em bebês podem indicar infecções mais sérias.


Quando uma criança apresenta temperatura corporal acima de 37ºC  é sinal de febre. No início de muitas infecções infantis, é comum as temperaturas subirem até os 40ºC, enquanto nos adultos a temperatura do estado febril atinge níveis médios geralmente mais baixos. Por esse motivo, os pais costumam ficar muito preocupados em caso de febre em bebês. Mas assim como em adultos, a febre infantil é muito mais um sintoma do que propriamente a doença.

Como a febre é um indicador de problema de saúde, os medicamentos normalmente usados para combatê-la dependem de a qual doença está associado o aumento da temperatura corporal. Quando a febre em bebê acontece em função de infecções por bactérias, por exemplo,  a prescrição de antibióticos é a mais aplicada pelos médicos.

Já nos casos em que a febre em bebê seja sintoma de uma infecção por vírus, os antibióticos não são eficazes. Nesses casos, os médicos podem recomendar medicamentos antitérmicos, ou antipiréticos, que só devem ser utilizados com devida prescrição médica, especialmente em se tratando de febres em bebês.

Bebê com febre? Não se apavore!

A febre é causada pela própria reação do organismo – o mecanismo de defesa – contra os corpos estranhos ( vírus, bactérias ou fungos) que causam anomalias. Os sinais enviados ao cérebro pelos anticorpos acabam por fazer o corpo elevar a temperatura, na intenção de se defender.

Segundo o Dicionário de Medicina Natural (Ed. Reader’s Digest) especialistas em terapias naturais encaram a febre como uma ‘crise curativa’, ou seja, nada mais do que uma reação de defesa do organismo para queimar as toxinas causadoras de doenças.

Então, os pais não devem se apavorar caso o bebê esteja com febre. A elevação da temperatura faz parte do processo natural de combate à infecção, e a febre por si só nem sempre é prejudicial à criança, embora seja primordial investigar a causa.
 

Causas mais comuns de febre em bebês

De acordo com especialistas, as causas mais frequentes da febre em bebês são:
  • Após dose de vacinas;
  • Resfriado forte;
  • Gripe;
  • Inflamação de garganta;
  • Infecção de ouvido;
  • Doenças respiratórias (bronquite, sinusite, asma, pneumonia);
  • Infecções virais e infecções urinárias.

Como aliviar a febre em bebês

Quando se trata de crianças com menos de cinco anos, um dos métodos naturais eficazes para baixar a febre é passar uma esponja embebida em água morna por algumas partes do corpo da criança, como pescoço, rosto e membros. Sempre enxugando imediatamente após realizar o procedimento.

Para evitar resfriado, o corpo do bebê deve estar sempre coberto. No caso de febre muito alta, pode-se colocar uma compressa de água fria na testa. Mas o mais importante é monitorar a temperatura da criança com termômetro durante pelo menos 48 horas, de uma em uma hora.

Convém ficar atento aos casos de febre em bebês com menos de 3 meses, quando a temperatura sobe além dos 37,5ºC, principalmente se a febre vier acompanhada de choro persistente e irritabilidade extrema. 

Quando isso ocorrer, é preciso consultar o pediatra com urgência. Doenças graves como meningite ou pneumonia são curadas mais rapidamente quando diagnosticadas precocemente.

Copyright foto: iStock

Publicado por . Última modificação: por oRedacao.

Este documento, intitulado 'Febre em bebês: possíveis causas e como baixar a temperatura das crianças', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o A Revista Da Mulher (https://www.arevistadamulher.com.br/) ao utilizar este artigo.
Adicionar comentário

Comentário

Comentar a resposta do usuário anônimo