0
Obrigado

Grammy 2016: Taylor Swift leva três troféus e Lady Gaga homenageia Bowie

A noite máxima da música mundial contemplou a cantora além de Kendrick Lamar e Alabama Shakes

Taylor Swift conquistou três Grammys com o álbum 1989.


Mais uma vez, a cantora Taylor Swift se destacou em uma edição do Grammy, levando para casa três gramofones de Melhor Álbum do Ano, por 1989, Melhor Clipe e Melhor Álbum Vocal. Kendrick Lamar, que tinha 11 indicações nesta 58ª edição do Grammy foi vencedor de cinco categorias e a banda Alabama Shakes, ganhou 4 troféus na noite de ontem.

Quando subiu ao palco para agradecer o prêmio de Disco do Ano, Taylor mandou um recado para Kanye West, que recentemente lançou um single em que diz que foi ele “quem fez essa vadia famosa”. “Sempre existirão pessoas que tentarão diminuir seu sucesso e levar créditos por suas conquistas e fama. Mas se o foco estiver no seu trabalho, não deixem essas pessoas te atrapalharem”, disse. 

Entre as apresentações musicais da noite, destaque para Lady Gaga que fez um tributo a David Bowie, que morreu no início deste ano. Gaga incorporou os trejeitos do cantor, levando ao palco do Grammy 2016 um repertório com sucessos e um figurino pra lá de original. Durante a noite, o cantor Lionel Richie também foi homenageado por diversos artistas que cantaram seus hits, entre eles, a cantora Demi Lovato.

Nile Rodgers e Lady Gaga em tributo a David Bowie.


Apenas uma brasileira teve reconhecimento durante a noite: a pianista Eliane Elias, com o disco Made in Brazil, ganhou o prêmio de Melhor Álbum de Jazz Latino. Abaixo, confira todos os vencedores da 58ª edição do Grammy: 

Gravação do Ano - Uptown Funk – Mark Ronson
Melhor álbum do ano - 1989 - Taylor Swift
Melhor Álbum de rap - To Pimp a Butterfly - Kendrick Lamar
Melhor videoclipe - Bad Blood - Taylor Swift e Kendrick Lamar
Melhor filme musical - Amy
Artista revelação - Meghan Trainor
Álbum vocal pop - 1989 - Taylor Swift
Melhor performance de rock - Don't Wanna Fight - Alabama Shakes
Melhor canção - Thinking out loud – Ed Sheeran
Melhor álbum country - Traveller - Chris Stapleton
Melhor performance solo de pop - Thinking Out Loud - Ed Sheeran
Melhor performance de grupo pop - Uptown Funk - Mark Ronson e Bruno Mars
Álbum vocal pop tradicional - The Silver Lining: The Songs Of Jerome Kern - Tony Bennett e Bill Charlap
Melhor canção de rock - Don't Wanna Fight - Alabama Shakes
Melhor álbum de rock - Drones -  Muse
Melhor performance de metal - Cirice - Ghost
Melhor álbum de música alternativa - Sound & Color - Alabama Shakes
Canção de rap - Alright - Kendrick Lamar
Melhor colaboração de rap- These Walls - Kendrick Lamar, Bilal, Anna Wise e Thundercat
Melhor performance de rap - Alright - Kendrick Lamar
Melhor performance de R&B - Earned It - The Weeknd
Melhor performance de R&B tradicional - Little Ghetto Bo - Lalah Hathaway
Melhor canção de R&B - Really Love - D'Angelo e The Vanguard
Melhor álbum urbano contemporâneo - Beauty Behind The Madness - The Weeknd
Melhor álbum de R&B - Black Messiah- D'Angelo e The Vanguard
Melhor gravação de Dance Music- Where Are U Now – Skrillex, Diplo e Justin Bieber
Melhor álbum de eletrônica - Skrillex And Diplo Present Jack Ü - Skrillex And Diplo
Melhor canção country - Girl Crush - Little Big Town
Melhor performance de grupo de country - Girl Crush -  Hillary Lindsey, Lori McKenna, Liz Rose
Melhor performance solo de country - Traveller - Chris Stapleton
Melhor álbum de jazz latino - Made In Brazil - Eliane Elias
Melhor álbum gospel - Covered: Alive In Asia [Live] - Israel & NewBreed
Melhor álbum de reggae - Strictly Roots - Morgan Heritage
Produtor do ano - Jeff Bhasker
Melhor disco de trilha sonora - I'll Be Me Glen Campbell
Melhor álbum de world music - Sings -  Angelique Kidjo

Copyright foto: Chris Pizzello/AP/SIPA e Matt Sayles/AP/SIPA
Este documento, intitulado 'Grammy 2016: Taylor Swift leva três troféus e Lady Gaga homenageia Bowie', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o A revista da mulher (www.arevistadamulher.com.br) ao utilizar este artigo.