1
Obrigado

Algumas palavras de agradecimento nunca são demais.

Conheça os fatores que interferem no crescimento dos cabelos

Você sabia que a alimentação está diretamente relacionada ao desenvolvimento saudável dos fios? Especialista explica o que é preciso fazer para as madeixas crescerem

Uma dieta rica em proteínas e vitaminas potencializa o crescimento dos cabelos.


Mesmo tomando todos os cuidados necessários, muitas mulheres percebem que os cabelos não crescem como deveriam. Em alguns casos, há dificuldades em fazer as madeixas curtas ficarem compridas. Em outros, elas se desenvolvem em velocidade reduzida ou ficam opacas e sem vida

Os fios de cabelo crescem, em média, um centímetro ao mês. Mas este avanço pode estar associado a uma série de fatores – da genética a alterações hormonais – que comprometem o processo e influenciam diretamente no nascimento de novos fios saudáveis. “Apesar da dedicação e dos cuidados específicos, muitas vezes o problema está associado à deficiência nutricional, e por isso é necessário mudar alguns hábitos no dia a dia”, explica Gil Prando, hairstylist e embaixador da iCabelos. 

De acordo com o cabeleireiro, uma dieta rica em fontes de proteína, que inclui alimentos como carnes, iogurte, ovos, cereais e castanhas, auxilia no crescimento dos cabelos. “A alimentação influencia diretamente neste processo e essa contribuição é fundamental para o aporte nutritivo, ou seja, para as células produzirem novos fios de cabelos”, salienta. 

É importante lembrar que o couro cabeludo faz parte da pele. Por isso, Prando recomenda a higienização correta da região, com shampoo adequado e enxague abundante para não deixar resíduos. Tratar os cabelos pelo menos uma vez por semana, fazendo hidratação ou utilizando finalizadores como leave-in, também contribui positivamente para o crescimento dos cabelos. 

“Sempre indico uma massagem no couro cabeludo, com uso de óleos essenciais. Uma boa opção é o óleo de jojoba”, indica o cabeleireiro. “Hoje, no mercado, existem muitos cosméticos com a tecnologia nano, com maior penetração e com ativos mais eficazes para ajudar no desenvolvimento dos fios”, complementa. 

Abaixo, conheça 5 maiores fatores, de acordo com Gil Prando, que mais influenciam no crescimento capilar, independente do tipo de cabelo:

1 – Deficiência nutricional

A falta de nutrientes reflete no funcionamento do organismo e afeta a estrutura capilar. A carência de metais como zinco, ferro e cobre pode causar queda dos cabelos, além de deixá-los mais finos e quebradiços. Para suprir essa necessidade, é preciso inserir na alimentação maior quantidade de carne vermelha, frango, peixe, soja, lentilha, castanhas e aveia.

 2 – Alterações hormonais

Disfunções ligadas ao funcionamento da tireoide ou aos hormônios sexuais também podem alterar o crescimento natural dos cabelos. Nesse caso, é preciso procurar um médico e tratar as causas da alteração. 


3 – Genética

Cabelos finos e de crescimento lento podem ser reflexo de uma predisposição genética específica. Atualmente, já existem medicamentos adequados para esse caso, que deixam os cabelos mais resistentes e volumosos. 

4 – Oleosidade excessiva

A produção de óleo é natural e necessária, mas o excesso pode causar inflamação no couro cabeludo e, com isso, a queda dos cabelos. Para diminuir essa oleosidade, evite lavar as madeixas com água quente e friccionar muito o couro cabeludo. 

5 – Processos químicos

Tinturas e alisamentos podem danificar a estrutura capilar e provocar a queda e a quebra dos fios. Para preservar os cabelos e reparar danos, faça periodicamente tratamentos como hidratações e procedimentos de reconstrução, antes e depois destes procedimentos. O mesmo vale para quem faz uso frequente da chapinha ou secador; neste caso, é preciso também utilizar um protetor térmico antes da utilização.
 
Copyright foto: iStock

Publicado por . Última modificação: por oRedacao.

Este documento, intitulado 'Conheça os fatores que interferem no crescimento dos cabelos', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o A Revista Da Mulher (https://www.arevistadamulher.com.br/) ao utilizar este artigo.
Adicionar comentário

Comentário

Comentar a resposta do usuário anônimo