3
Obrigado

Quando a traição vem da melhor amiga

Não é só em novelas que a traição pode vir da deslealdade em dose dupla: da melhor amiga e do companheiro

Quando a traição acontece com a melhor amiga a dor ainda é pior.


dor do fim de um relacionamento é sempre muito difícil de lidar. Mas, dependendo da causa, é ainda mais torturante. Quando a traição é o motivo, a dor é em dobro. E quando a traição do namorado ainda por cima foi com a melhor amiga, o sofrimento costuma ser  ainda pior. 

A engenheira química Ana Bastos passou por isso. No último período da faculdade, descobriu que seu namorado saia com a melhor amiga da turma, companheira e confidente de todas as horas.

“Nunca desconfiei de nenhuma traição até um dia em que, da janela da sala de aula, o vi estacionando o carro, enquanto ela chegava a pé por outra entrada. Os dois demoraram demais a chegar à sala da faculdade. Estranhei. Até que ela chegou primeiro. E ele cinco minutos depois, com a  boca manchada de batom”, conta a engenheira.

Lidar com a  desconfiança da infidelidade é pior do que lidar com a certeza, dizem especialistas. Por isso recomenda-se conversar nestes casos. “Para evitar maiores desgastes emocionais é aconselhável optar por buscar o diálogo”, orienta o psicanalista, escritor e professor de psicanálise, Miguel Velasco.

Foi o que Ana fez. “Como éramos muito amigas, fui conversar com ela. Desabafei dizendo que estava desconfiada que o Roberto estava interessado nela. Achei que essa seria a chance de ela me contar alguma coisa. Ela negou e ainda me disse que eu precisava parar com meus complexos e baixa autoestima”, conta a engenheira.

Com o namorado também houve conversa, e ele também mentiu. Ana continuou o relacionamento até o dia que seguiu os dois e flagrou a mentira. “Pensava que esse tipo de traição só acontecia em novelas. Fiquei tão sem chão que arrumei um estágio longe e mudei de cidade”, conta a engenheira.


É possível a amizade continuar após a traição?

Para a médica ginecologista e especialista em sexologia, Cristina Carneiro, tudo depende de como aconteceu a traição. “Em uma amizade o mais importante é a lealdade. Então, quando a amiga vítima da traição notou que algo estava acontecendo entre eles [melhor amiga e o namorado] e logo foi conversar, ela foi leal”, explica a médica.

No caso de Ana, o ideal seria a amiga que traiu aproveitar o momento e também responder com lealdade, assumindo sua fraqueza e contando que estava, sim, apaixonada pelo namorado da amiga. “Quando se descobre a traição por terceiros, já fica mais complicado. Como não houve lealdade, logo se pensa: ‘ela não era tão minha amiga assim”, completa a Dra. Cristina.

Ao mesmo tempo que não se recomenda fechar-se às amizades por medo de ser traída, é preciso ter consciência que o excesso de proximidade ou confidências com alguma amiga pode acabar servindo de ponte para a aproximação dela com o seu parceiro. Convém dar limites e ficar atenta, com cuidado para não tropeçar em ciúmes doentios.

“É preciso conhecer muito bem a pessoa pra saber até onde ela é capaz de ir. Às vezes, a amiga em quem tanto se confia pode não ser tão amiga. E simplesmente preferir ficar com seu namorado a manter a fidelidade à amizade”, diz o psicanalista Miguel Velasco.
 
Copyright foto iStock
Este documento, intitulado 'Quando a traição vem da melhor amiga', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o A revista da mulher (www.arevistadamulher.com.br) ao utilizar este artigo.