0
Obrigado

Saiba como decidir onde o casal vai passar o primeiro Natal junto

Casais em relacionamento sério há pouco tempo devem entrar em consenso antes de decidirem com a família de quem vão passar as festas de fim de ano  

Casais precisam entrar em consenso para decidir onde passar o primeiro Natal juntos.


Não basta estar apaixonado e ser correspondido, é preciso participar das convenções sociais e familiares que envolvem o ser amado. Do primeiro encontro até assumirem o relacionamento, os casais vão se conhecendo, sendo apresentados à família e aos amigos e participando da vida um do outro. Mas quando chega o momento de decisão sobre onde o casal vai passar o primeiro Natal junto, muitas vezes o estresse é inevitável.

Isso ocorre principalmente porque é difícil romper com costumes muito arraigados. E abrir mão de uma tradição somente para agradar quem se ama pode ser um erro capaz de estragar o primeiro Natal dos apaixonados. Sem contar que a pressão da família de ambos é outro fator que mexe com a disposição do casal.

Entre agradar a família e o parceiro amoroso, a chave para manter um bom relacionamento é o diálogo. É importante que os dois conversem e coloquem seus pontos de vista sobre o assunto. Se for possível, uma boa solução é passar o Natal um pouco na casa de cada família, assim todo mundo 'sai ganhando'. 

“Pode-se escolher jantar na casa da família da namorada e a sobremesa na casa da família do namorado. Caso sejam locais distantes, uma possibilidade é passar o dia 24 com uma família e o dia 25 com a outra”, sugere a psicóloga Júlia Bittencourt.

Separar o casal no Natal é arriscado

Passar o Natal separados, cada um com sua família é uma possibilidade, caso seja inviável a conciliação. Mas esta é uma solução muito delicada e nem sempre a melhor. É importante que haja diálogo e essa decisão seja tomada em conjunto para evitar mal-entendidos

Isso porque é natural que os casais que estão começando o relacionamento queiram dividir e compartilhar datas comemorativas importantes. Então, precisam entender que a vida agora é em conjunto, os laços entre os dois estão começando e convém fazer um esforço para comemorar datas significativas como o Natal e Ano Novo em parceria.


Primeiro Natal juntos em consenso

Uma vez decidido onde será o primeiro Natal do casal, é preciso manter o combinado. O mais difícil é quando o casal acredita ter chegado a um consenso, mas um dos dois resolveu fazer a vontade do outro apenas por que não quis se aborrecer

Nestes casos, quando um dos parceiros cede por insistência do outro, o Natal pode virar uma noite nem tão feliz. Uma vez decidido onde e com quem passarão o primeiro Natal juntos, nenhum dos dois deve se comportar de modo que fique evidente a contrariedade. Cara de descontente só vai fazer com que o primeiro Natal juntos termine em briga.
 
Portanto, nada de ceder sem estar convencido. “Diálogo é o mais importante e é preciso haver um consenso. Se alguém resolve ceder, é importante que fique confortável com essa situação, justamente para não acarretar em brigas”, completa a psicóloga.

Copyright foto: iStock
Este documento, intitulado 'Saiba como decidir onde o casal vai passar o primeiro Natal junto', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o A revista da mulher (www.arevistadamulher.com.br) ao utilizar este artigo.