0
Obrigado

Algumas palavras de agradecimento nunca são demais.

Yoná Magalhães morre aos 80 anos

Internada desde setembro, a atriz faleceu nesta terça-feira no Rio de Janeiro. O velório aconteceu hoje no Memorial do Carmo

A atriz trabalhou em novelas como Saramandaia, Roque Santeiro e Tieta.


A atriz Yoná Magalhães, 80 anos, faleceu nesta terça-feira (20). Ela estava internada, desde o dia 18 de setembro, na Casa de Saúde São José, no Humaitá, Zona Sul do Rio.  

Em nota, o hospital informou que logo que foi internada, a atriz fez uma cirurgia para corrigir uma insuficiência cardíaca. Depois da cirurgia, Yoná foi internada na UTI, mas apresentou complicações pós-operatórias que a levaram ao falecimento.

O velório começou hoje, a partir das 10h, no Memorial do Carmo, no Caju. A cerimônia de cremação está marcada para as 13h30.

Yoná Magalhães começou a fazer pequenas pontas na televisão na década de 50, até que conseguiu um contrato com a Radio Tupi. Ela fez parte do primeiro elenco da TV Globo em 1965 e é considerada a primeira mocinha de sucesso das novelas da emissora. 

Em 1966, ao lado de Carlos Aberto, formou o principal casal romântico da época, em Eu compro esta mulher. Além da radio, Yoná atuou no teatro e no cinema, com destaque para o filme Deus e o diabo na terra do sol (1964), clássico dirigido por Glauber Rocha.

Ao longo de mais de 60 anos de carreira, trabalhou em novelas como Saramandaia, Roque Santeiro, Tieta, Meu bem, meu mal e A próxima vítima. Sua última novela foi Sangue bom, em 2013.

Fez ainda os seriados Carga pesada e Tapas & Beijos, além de ter atuado em episódios de Você decide, A vida como ela é e nos humorísticos Zorra total e Sob Nova Direção.

Copyright foto:  Agnews

Publicado por . Última modificação: por oRedacao.

Este documento, intitulado 'Yoná Magalhães morre aos 80 anos', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o A Revista Da Mulher (https://www.arevistadamulher.com.br/) ao utilizar este artigo.