0
Obrigado

Luan Santana e Jade Magalhães estão juntos novamente

O casal namorou durante um ano, entre 2012 e 2013. Na época, a distância e a agenda atribulada do cantor atrapalhou o romance

"Voltamos, sim. Estou benzão", afirmou o cantor durante o programa Altas Horas, da TV Globo.


Luan Santana não faz mais parte do time dos solteiros. Na última quarta-feira (30), o cantor sertanejo foi visto em clima de romance com a ex-namorada, a estudante Jade Magalhães, no show de gravação do DVD da dupla Jorge & Mateus, no Espaço das Américas, em São Paulo. 

Sem se importar com os flashes, os dois mantiveram o clima de romance durante todo o evento. Luan e Jade namoraram por um ano, entre 2012 e 2013. Na época, o cantor alegou que a distância e a agenda atribulada dele impediam que o romance seguisse em frente. 

Durante o namoro, Luan chegou a revelar que compôs várias músicas para a estudante. Em seu perfil no Instagram, Luan parece feliz com a volta do relacionamento. "Deus e essa mania bonita de cuidar tão bem do meu coração", declarou.

Porém, nem todas as fãs aprovaram a reconciliação do casal.  Em seu perfil oficial no Twitter, ele desabafou. "Você assumiria um namoro sabendo que suas fãs são possessivas? As fãs de VERDADE não se abalariam por isso".

Na quinta-feira, o cantor participou do programa Altas Horas, da TV Globo, e falou pela primeira vez sobre a volta do namoro. "Voltamos, sim. Estou benzão. Nos conhecemos há sete anos já. Agora a gente voltou. Fomos ontem ao show do Jorge e Mateus e foi muito legal", disse. 

Mesmo com a agenda cheia, Luan diz que vai tentar ficar perto da namorada. "Quando a Jade pode, ela me acompanha. Mas ela também estuda e tem os compromissos dela. Mas eu vou para lá (Maringá) e ela vem para cá", explicou.

Sem se importar com os flashes, os dois mantiveram o clima de romance durante todo o evento.

Copyright foto: AGNEWS
Este documento, intitulado 'Luan Santana e Jade Magalhães estão juntos novamente', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o A revista da mulher (www.arevistadamulher.com.br) ao utilizar este artigo.